Postado no dia 25 de Maio de 2012 - 9h49m


Documenta de Kassel tem quatro brasileiras

Lista oficial de artistas só sai dia 6 de junho mas o segredo vazou em jornal alemão e chegou na internet

Texto: Angélica de Moraes • PÁGINA 1 de 4

A cidade alemã de Kassel exibe a maior mostra de arte contemporânea do planeta

11_febre01 (2)

Legenda: Febre, obra de Renata Lucas (Foto:Edouard Fraipont)

A expansão da internet e dos sites de notícias acabou com mais um mistério: o cultuado e supostamente secretíssimo elenco de artistas da Documenta, maior mostra de arte contemporânea do planeta, realizada a cada cinco anos na pequena cidade alemã de Kassel. Um jornal diário publicado em Munique (Alemanha), o Suddeutsche Zeitung, conseguiu o que afirma ser a lista completa, a poucos dias da abertura do evento, que acontece de 6 de junho a 16 de setembro.

A notícia logo foi replicada pela versão alemã do site artinfo.com e, na sequência, o badalado site da revista britânica de artes visuais Frieze ampliou o estrago. Já se sabe a lista dos 154 nomes, sendo quatro deles de artistas brasileiras: a escultora Maria Martins (1894-1973), a italiana naturalizada brasileira (nos anos 60) Anna Maria Maiolino, a paulista radicada em Berlim Maria Thereza Alves e a paulista radicada no Rio Renata Lucas.

Apenas dia 6 de junho, porém, a lista oficial será revelada, na entrevista coletiva à imprensa que antecede a inauguração oficial. Até lá os artistas se comprometem a não revelar a felicidade de participarem da prestigiosa mostra e devem viajar mudos e calados, sob estreita vigilância das galerias que os representam e que também se comprometeram em guardar sigilo. Isso é a lenda. Na prática, as galerias e os artistas antecipam informações com embargo de data. Obedecer ao pé da letra significaria perder visibilidade na mídia.

1-o_impossível_maria_martins-001

Legenda: Escultura O Impossível (1946), de Maria Martins (Foto: Vicente de Mello)