Postado no dia 11 de Setembro de 2012 - 9h25m
Atualizado no dia 11 de Setembro de 2012 - 11h28m

Imagens sonoras

Nunca antes, na indústria cultural, imagem e música estiveram tão intrincadas

Texto: Nina Gazire • PÁGINA 1 de 5

A cultura do videoclipe ensaia renovação a bordo da web e apps, mas ainda reproduz os clichês das mídias de massa

Madonna

Legenda: Madonna quebrou os recordes audiência da história da tevê no suporbowl 2012, concentrando uma audiência de 114 milhões de telespectadores (Foto: divulgação)

O dia 5 de fevereiro de 2012 foi de recordes históricos para a televisão. Em plena era digital, quando os meios massivos perdem cada vez mais público para a internet, cerca de 111 milhões de telespectadores sintonizaram seus canais para assistir ao Super Bowl, final do campeonato de futebol americano. Porém, foi no intervalo do jogo que a audiência subiu outros 3 milhões, quando a eterna Material Girl, no auge de seus 53 anos, entrou em campo. Exageros à parte, o fato é que a apresentação de Madonna foi o programa jamais tão visto da televisão americana, segundo o instituto de pesquisas Nielsen. Na apresentação do Super Bowl, a cantora, que tem assumidamente suas habilidades vocais limitadas, fez um playback de hits como Vogue, Like a Prayer, e até mesmo de sua nova música de trabalho, Give me All Your Lovin’.