Postado no dia 27 de Setembro de 2011 - 14h27m
Atualizado no dia 29 de Outubro de 2013 - 15h0m

Copiar é preciso, inventar não é preciso

Entrevista com Kenneth Goldsmith

Texto: Giselle Beiguelman • PÁGINA 1 de 8

Em entrevista, Kenneth Goldsmith fala sobre curso de escrita não criativa

Kenneth-goldsmith_04

English/ Íntegra da entrevista

Kenneth Goldsmith é o criador do melhor arquivo de cultura contemporânea e experimental da web, o obrigatório UbuWeb. Com influências que variam de John Cage a Andy Warhol, passando pelo hip-hop, a Googlecultura e o concretismo, é autor de dezenas de ensaios críticos sobre poesia e livros de poemas próprios. Prepara, no momento, uma versão das Passagens de Walter Benjamin, ambientadas em Nova York.

Em setembro, lança, pela Columbia University Press, Uncreative Writing, um conjunto de ensaios que discutem a urgência de pensar a não originalidade, a cópia, o plágio e as escrituras automatizadas como paradigmas dos processos de criação da atualidade. Nesta entrevista, conversa sobre o livro novo, o que vem a seguir e defende uma pedagogia da não criatividade.

Você ensina redação não criativa na Universidade da Pensilvânia. Seu livro Uncreative Writing é o resultado ou a causa do curso?