Casa seLecT cursos

Cursos extra-temáticos

Arte e Mercado Financeiro

Felipe Martinez

O curso pretende explorar as relações entre o mundo financeiro e o mundo da arte. Será visto de que modo o mercado da arte guarda aproximações com o mercado financeiro e como, através de fundos de investimento especificamente voltados para arte, as obras são utilizadas como meio de valorização da riqueza financeira. Analisaremos os principais fundos de arte no Brasil e no mundo e de que modo eles estão articulados com o arcabouço de desregulamentação financeira que nasce nas últimas décadas do século XX.

Serão abordados os seguintes tópicos:

– Definição de termos como “hedge funds” e como eles estão associados à arte;

– As obras de arte eram um bom investimento antes dos anos 70?;

– Reconfiguração do sistema financeiro internacional depois dos anos 70: arte se torna investimento;

– A postura dos artistas e curadores em tempos de financeirização da arte;

– Os principais fundos de investimento com arte: “Fine Art Fund Group”, “Collectors Fund” e o brasileiro “Brazil Golden Art”.

 

Felipe Martinez é economista e doutorando em História da Arte, pela UNICAMP. Colabora como professor nos principais museus de São Paulo, como o MAM e o MASP, onde também atua como pesquisador. Participou de publicações acadêmicas sobre os períodos impressionista e pós-impressionista, explorando a relação de tais períodos com o nascimento do mercado moderno de arte. Foi pesquisador visitante do Museu Van Gogh, em Amsterdã.

Inscreva-se preenchendo a ficha abaixo ou pelo email casaselect423@gmail, A/C de Mônica Saraiva e Marcelo Rainho
Parcelamos o pagamento em até 2x.

Inicio 7 de Junho
Horários Quarta-feira, das 20h às 22h
Carga horária 8 horas (4 encontros em 7/6, 21/6, 28/6 e 5/7)
Investimento 2 x R$ 200,00

Preencha os dados abaixo para realizar sua inscrição:

Nome

Email

Telefone

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.