Educação em debate

Voltada ao fortalecimento dos laços entre arte e educação, seLecT amplia sua atuação e lança prêmio nacional

Da redação

Publicado em: 22/12/2016

Categoria: Destaque

Tags: , , ,

1º Prêmio seLecT de Arte e Educação abre inscrições a partir de 5/12

No fim de 2015, o MEC (Ministério da Educação) mapeou escolas com propostas pedagógicas e iniciativas que fogem do modelo convencional. Em todo o Brasil, foram identificadas 178 instituições com projetos considerados criativos e inovadores na educação básica. A percepção de que a arte deve ser parte integrante e central no processo educacional – e não uma subcategoria dos currículos escolares – é um entendimento que deve ser fortalecido.

Compromissada com essa premissa e interessada em contribuir para a formação intelectual e cultural do brasileiro, seLecT amplia sua atuação e lança a primeira edição do Prêmio seLecT de Arte e Educação.

O PRÊMIO
A premiação contempla duas categorias: artistas e formadores. Na primeira, será escolhido um artista ou autor de obra artística cuja proposta ou foco de pesquisa envolvam estratégias de formação e mediação, visando promover o pensamento crítico e as relações entre o indivíduo e seu meio social. Já a segunda categoria contempla um professor/ agenciador/ formador/ coletivo ou instituição responsável por projeto comprometido com uma pedagogia para as artes, assim como com o empreendimento de modelos inovadores de educação da arte ou pela arte.

Os projetos inscritos devem ter sido realizados durante os anos 2015 e 2016. Os vencedores de ambas categorias receberão R$ 20 mil cada, selecionados por um júri de seis integrantes presidido pela professora, artista, pesquisadora e conselheira editorial de seLecT, Giselle Beiguelman, e composto por: Cayo Honorato, pesquisador e professor na Universidade de Brasília; Paulo Portella Filho, pesquisador de arte e educação e professor; Regina Silveira, artista multimídia, gravadora e professora; Rosa Iavelberg, professora e pesquisadora na Graduação e na Pós-graduação do Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo; e Thiago Honório, artista visual e Professor dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Artes Visuais da Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Alvares Penteado e da Pós-graduação em Fotografia, na mesma instituição.

O júri será responsável por analisar os projetos e selecionar dez finalistas (cinco na categoria artista e cinco na categoria formador). Após as indicações, os finalistas são convidados a realizar uma apresentação no Seminário de Arte e Educação, que acontece no auditório do Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo, em 2017.

AMPLIANDO O DEBATE
O Seminário de Arte e Educação consiste em uma importante etapa da premiação, servindo não apenas como um espaço para apresentação dos trabalhos selecionados pela equipe de jurados, mas também como momento de trocas e debates, com a participação do público. Durante os dias do evento, dois especialistas convidados realizarão palestras como parte das atividades do seminário.

Com o Prêmio, a revista seLecT e seus parceiros expandem seu papel de reflexão crítica e incentivo à produção artística e cultural do País. O projeto conta com o incentivo do Ministério da Cultura através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), com patrocínio do Banco do Brasil e da Minalba e apoio da Galeria Almeida & Dale.

As inscrições acontecem a partir de 5/12 e se encerram em 6/3/2017. Para participar, os interessados devem preencher uma ficha de inscrição disponível no site oficial do prêmio.

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.