Em honra à música

Mariel Zasso

Publicado em: 20/05/2013

Categoria: Da Hora, música

Maestro Ricardo Castro é o primeiro brasileiro a receber título de Membro Honorário da Royal Philharmonic Society, pelo projeto Neojibá

Legenda: A Orquestra Juvenil da Bahia – YOBA, sob a regência de Ricardo Castro, executa o Batuque, de Lorenzo Fernandez, durante o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, em 2010.

Um projeto de educação musical que reúne mais de 700 crianças e jovens em Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia. Fundamentado na excelência do “El Sistema”, reconhecido programa venezuelano criado em 1975 e que hoje conta com mais de 350 mil jovens e crianças e mais de 180 orquestras em todo o país, o programa Neojibá garantiu, pela primeira vez na história, uma nomeação da Royal Philharmonic Society (RPS) a um brasileiro. O maestro Ricardo Castro, diretor artístico e fundador do programa, foi nomeado com o título de Membro Honorário da tradicional instituição inglesa, dividindo a honraria com nomes como Mendelssohn (1829), Rossini (1839), Berlioz (1859), Wagner (1860) e Stravinsky (1921).

Neojiba_close

Fundado há cinco anos, o Neojibá é um programa prioritário do Governo da Bahia e pioneiro no Brasil, gerido pela Associação de Amigos das Orquestras Juvenis e Infantis e do NEOJIBA – AOJIN, com manutenção da Secretaria de Cultura do Estado e apoio do Teatro Castro Alves.

O Núcleo de Gestão e Formação Profissional – NGF, núcleo central do programa, com sede em Salvador, conta com quatro orquestras jovens e um coral, e coordena os esforços dos Núcleos de Prática Orquestral e Coral – NPOs. Estes, descentralizados, tem como objetivo oferecer ensino musical através da prática orquestral e coral, preparar seus integrantes para audições de ingresso no NGF e difundir seus resultados para a população em seu entorno imediato.

Além de representar uma possibilidade de mudança na vida de jovens e crianças através da prática coletiva da música, o programa tem como resultado um alto nível de excelência alcançado pelos músicos das suas orquestras, o que só reforça o valor da iniciativa.

Saiba mais:

Neojibá

Blog do Neojibá

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.