Nordestino, negro e com raisonné

O artista Bispo do Rosário ganha catálogo raisonné e exposição sobre o processo de pesquisa e higienização de suas obras

Ana Abril
Grande Veleiro, de Arthur Bispo do Rosário (Fotos: Divulgação)

Ninguém imaginaria, em meados dos anos 60, que o nordestino, negro, semianalfabeto e diagnosticado como esquizofrênico paranoico, Arthur Bispo do Rosário, ganharia um catálogo raisonné e uma exposição comemorativa 28 anos depois da sua morte. Considerado, atualmente, um expoente da arte contemporânea brasileira, Bispo do Rosário terá o catálogo raisonné, publicação que reúne toda a produção de um artista, lançado em agosto de 2018.

Graças ao projeto idealizado e patrocinado pela galeria Almeida e Dale e coordenado por Ricardo Resende, curador do Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea, os mais de 800 objetos produzidos durante 50 anos na Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá (RJ), serão agrupados, pesquisados e restaurados. Aqueles interessados em acompanhar o processo de catalogação, inventário e higienização da obra, poderão fazê-lo na exposição Arqueologia Arthur Bispo do Rosário, mediante agendamento prévio. O fato é histórico, pois é o maior trabalho de desinfestação em acervo de obra de arte contemporânea já realizado no País.

Processo de higienização de trabalhos do Bispo do Rosário

 

Os mais de dez meses de trabalho na produção do catálogo, que terá uma tiragem de 1000 exemplares, serão chefiados pela pesquisadora Aída Cordeiro. A publicação também será disponibilizada em versão digital em site vinculado ao Museu Bispo do Rosário e no sistema de catalogação da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro.

Com passagem por duas Bienais de Veneza (em 1995 e 2013), pela 30ª Bienal de São Paulo e pelo New Museum de Nova York, entre outros, os trabalhos do Bispo do Rosário – realizados com materiais precários e considerados uma particular visão de ver o mundo – têm sido legitimados por sua presença no circuito de arte brasileiro e internacional. A partir de agora, sua obra poderá ser melhor compreendida e preservada.

Serviço
Arqueologia Arthur Bispo do Rosário
Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea
Estr. Rodrigues Caldas, 3400, Taquara – Rio de Janeiro
Até 18/8
museubispodorosario.com

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.