Pelo direito de não ser original

Publicado em: 05/09/2011

Categoria: cultura livre, Selects

Remixar é contra a lei. Que mudem as leis! Enquanto isso, viva a legítima desobediência, porque todos nós quase sempre vivemos de recombinar

Rodrigo Savazoni

Remix do Radiohead por DJ Cremoso. Deliciosa fuleiragem brega contra a banda mais digital do mundo.

Recursos Educacionais Abertos. Acompanhe o trabalho de quem difunde o direito de não ser original na educação: http://bit.ly/akfis4

Todo Mahler. Todas as obras do compositor austríaco disponíveis para download: http://bit.ly/khm8XE

Reforma LDA e Mobiliza Cultura. Quer fazer alguma coisa? Dois sites onde os ativistas se organizam por políticas culturais contemporâneas e pela mudança da lei de direitos autorais: http://bit.ly/9BRCMB e http://bit.ly/e2wxsC

Baile Tropical. Para acompanhar as andanças da festa de Belém do Pará que chegou à França e derrubou a Bastilha: http://bit.ly/9nw21G

Marco Civil da Internet. Uma lei coletiva, escrita pela rede, para disciplinar o nosso direito ao compartilhamento: http://bit.ly/1gGrTO

MobyGratis. Um clássico do compartilhamento.Músicas do produtor americano liberadas para recriações: http://bit.ly/P9Hk6

Baixa Cultura. O melhor blog brasileiro sobre artimanhas da cultura livre. Não deixe de ler sobre détournement: http://bit ly/ixegv

Fórum de Cultura Livre de Barcelona. Ambiente virtual sobre o evento que reúne anualmente quem luta pelo direito de não ser original: http://bit.ly/FmGPI

Banco de Conteúdos em Creative Commons. Procure insumos para construir sua obra “ não original”. As licenças CC servem para ajudá-lo nisso: http://bit.ly/mmgDkd

Rodrigo Savazoni é integrante da Casa da Cultura Digital, é organizador do livro CulturaDigital.br e um dos remixadores do curta-metragem Remixofagia – Alegorias de uma revolução (disponível em http://vimeo.com/24172300
)

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.