seLecTs

Dicas da semana (11/8) selecionadas pela redação

Ana Abril e Luana Fortes
Sem Título (2017), de Maria Klabin (Foto: Divulgação)

RIO DE JANEIRO
DE VOLTA À INFÂNCIA
Entre Rio e Pedra, de Maria Klabin, até 9/9, Silvia Cintra + Box 4, Rua das Acácias, 104 | silviacintra.com.br
Entre a realidade e sonho estão as cenas das novas pinturas de Maria Klabin. A artista retorna às telas de grande formato e apresenta seis trabalhos na exposição Entre Rio e Pedra, na Silvia Cintra + Box 4. As obras recriam o universo de sua infância, passada em Ilha Grande no litoral carioca, a partir de memórias e fotografias.

Neo-concretos (2016), de David Batchelor

SÃO PAULO
NOVA FEIRA INTERNACIONAL
Semana de Arte, de 14/8 até 20/8, Hotel Unique, Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4700 | semana.art
A nova feira internacional paulistana, a Semana de Arte, reúne 35 galerias nacionais e internacionais no Hotel Unique. O novo projeto é capitaneado pelos galeristas Luisa Strina e Thiago Gomide, o curador Ricardo Sardenberg e o empresário cultural Emilio Kalil. O evento está cercado de programação cultural de artes cênicas, música, dança, cinema e literatura. A Galeria Almeida e Dale, que traz Lygia Clark em seu stand, e a Galeria Leme, com artistas como Ana Elisa Egreja e David Batchelor, são algumas das participantes desta primeira edição da feira.

Trabalho de Mariana Mauricio

SÃO PAULO
EXPLORAR O COTIDIANO
Mariana Mauricio, até 9/9, Galeria Leme, Av. Valdemar Ferreira, 130 | galerialeme.com
A nova individual de Mariana Mauricio na Galeria Leme consiste em uma série de obras inéditas realizadas a partir da assemblage de objetos que ela mesma coleta das ruas. Dessa forma, a carioca trabalha as noções de intimidade, domesticidade e feminilidade explorando a carga simbólica de objetos cotidianos e as noções dadas a eles pelas pessoas.

Instalação Santa, de Marcia Xavier

SÃO PAULO
TRANSFORMAÇÕES
Geologia Doméstica, de Marcia Xavier, de 12/8 até 16/9, Casa Triângulo, Rua Estados Unidos, 1324 | casatriangulo.com
Partindo do álbum de casamento de seus pais, Marcia Xavier apresenta Geologia Doméstica, sua sexta individual na Casa Triângulo. As fotografias de casamento abandonaram o ar comemorativo e se transformaram em caos e destruição, devido a um acidente com água que causou fungos e bactérias. A mostra, que investiga origem, tempo, transformações e evolução da vida, se divide em três séries fotográficas, sendo uma delas a instalação Santa. O texto de apresentação da exposição é assinado pelo artista Nuno Ramos.

Sem Título (2017), de Bruno Cançado

SÃO PAULO
ASFALTO MALEÁVEL
Jardim, de Bruno Cançado, até 23/9, Central Galeria, Rua Mourato Coelho, 751 | centralgaleria.com
Por meio de formas escultóricas, a individual do artista mineiro Bruno Cançado confronta a dinâmica inabalável da cidade e a afeição relacionada à ideia de jardim. Em seu trabalho, o artista experimenta com diferentes materiais, criando uma maleabilidade física e conceitual em materiais considerados brutos ou urbanos, como o concreto e o asfalto. A exposição Jardim parte de formas geométricas que querem brotar, mas que acabam retornando ao chão.

Canyon (2017), de João GG (Foto: Cortesia do Artista)

SÃO PAULO
FAKE!
Disfarce, de 12/8 até 31/10, Oficina Cultural Oswald de Andrade, Rua Três Rios, 363 | oficinasculturais.org.br/oswald-de-andrade
A coletiva Disfarce, com curadoria de Leandro Muniz, apresenta artistas que operam entre as noções de artificialidade e mimetização, com um pingo de cinismo. Em seus trabalhos, Flora Leite, João GG, Renato Pera, Rodrigo Arruda e Yuli Yamagata reproduzem situações, materiais ou objetos específicos, mas deixam claro que se trata de uma imitação.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.