seLecTs

Dicas da semana (17/8) selecionadas pela redação

Da redação
Fotografia de Francesca Woodman (Foto: Luccas VIllela)

SOROCABA
ARTE NA FRESTA
Frestas – Trienal de Artes, até 3/12, Sesc Sorocaba, Rua Barão de Piratininga, 555 | sescsp.org.br
Honrando as origens indígenas da cidade que a hospeda – Sorocaba, que significa “lugar da rasgadura”, em tupi-guarani –, a Trienal de Artes leva o nome de Frestas e desloca o polo artístico nacional para o interior paulista, reunindo 58 artistas de 13 países. Com curadoria de Daniela Labra, a mostra destaca-se pelo tema palpitante, Entre Pós-Verdades e Acontecimentos, assim como pelos artistas selecionados. Entre os highlights estão o coletivo feminista Guerrilla Girls e Wanda Pimentel, ambos com individuais no Masp, e Graziela Kunsch, finalista do 1º Prêmio seLecT de Arte e Educação.

Sem Título (2017), de Cris Rocha (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
NOVAS PORTAS PARA A GRAVURA
CRIS ROCHA – Da Gravura e Além, de 19/8 até 22/9, ArtEEdições Galeria, Rua Estados Unidos, 1162 | arteedicoes.com.br
Cris Rocha apresenta sua primeira individual em São Paulo, com curadoria de Maria Alice Milliet. A mostra exibe 15 trabalhos em que a artista incorpora tecnologia em seu processo criativo, antes concentrado na gravura em metal. Até agora, essa técnica limitava a dimensão de suas obras devido ao tamanho das prensas, papéis e matrizes. Mas Rocha passou a levar as imagens construídas para o universo digital, abrindo novas portas à sua produção.

Happy To Be Gay (1993), de Martin Kippenberger (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
KIPPENBERGER
Buying is Fun, Paying Hurts, Martin Kippenberger, até 30/9, Galeria Bergamin & Gomide, Rua Oscar Freire, 379 | bergamingomide.com.br
A Galeria Bergamin & Gomide oferece duas oportunidades de conhecer o trabalho do alemão Martin Kippenberger, conhecido por sua natureza subversiva. Uma delas é a individual Buying is Fun, Paying Hurts, no espaço da própria galeria, em que são exibidos 171 posters e 180 convites realizados pelo artista. E a outra é no stand 17 da feira Semana de Arte, que acontece entre 17 e 20 de agosto, no Hotel Unique. Lá, são apresentados desenhos feitos em papéis de hotéis ao redor do mundo.

Portrait, da série Admissible Tension (2010), de Graciela Sacco (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
CONFLITOS CONTEMPORÂNEOS
Foram Ao Norte Para Chegar Ao Sul, Graciela Sacco, de 22/8 até 30/9, Zipper Galeria, Rua Estados Unidos, 1494 | zippergaleria.com.br
As relações entre memória e fotografia, arte e sociedade, são assunto da primeira individual de Graciela Sacco no Brasil. A argentina, que também participa este ano da BienalSur, traz à Zipper Galeria trabalhos produzidos em diferentes épocas e linguagens, com curadoria de Diana Wechsler, professora da Universidad de Buenos Aires. Diante de clara implicação política, sua produção revela influências do conceitualismo latino-americano dos anos 1960 e evidencia conflitos contemporâneos.

A Beira do Rio Uatamã, de Luiz Maudonnet (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
TRABALHOS MÚLTIPLOS
História de Olhares Compostos, de 17/8 até 15/9, ARTE HALL Galeria de Arte, Rua Cônego Eugenio Leite, 240 | artehall.com.br
Os artistas Ana Nitzan, Armando Prado, Fabiano Al Makul, Luiz Maudonnet e Paula Clerman unem-se na coletiva História de Olhares Compostos. A exposição explora a fotografia a partir de trabalhos montados como múltiplos. Em 26/8, das 11h às 14h, acontece uma visita guiada com os artistas.

Dois Planos Cor (2017), de Antonio Manuel (Foto: Giovanna Lanna, Cortesia Cassia Bomeny Galeria)

RIO DE JANEIRO
DE VOLTA À GALERIA
Antonio Manuel, de 29/8 até 24/10, Cassia Bomeny Galeria, Rua Garcia D’Avila, 196 | cassiabomenygaleria.com.br
Após passar 13 anos sem exibir em uma galeria de arte, Antonio Manuel ganha individual na Cassia Bomeny Galeria. O artista, que completa 70 anos em 2017, mostra 15 recentes pinturas inéditas, em que dá continuidade à sua pesquisa com formas geométricas. A novidade fica por conta da introdução de texturas, o eventual recorte da tela e o uso de novos materiais, como a tinta esmalte.

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.