20 anos preservando a memória

IAC organiza exposição em comemoração a 20 anos de atuação na preservação da memória de artistas construtivistas

Da redação

Publicado em: 24/11/2017

Categoria: Da Hora, Destaque, Notícias Quentes

Estudo de logotipo para tintas CIL, sem data, feito por Willys de Castro (Foto: Acervo IAC, Fundo Willys de Castro)

Sérgio Camargo no processo de montagem de escultura Homenagem a Brancusi em Bordeaux, França, 1972 (Foto: Acervo IAC, Fundo Sérgio Camargo)

Instituto de Arte Contemporânea (IAC), criado em 1997 pela galerista Raquel Arnaud, comemora 20 anos de atividades com exposição. A instituição sem fins lucrativos tem como objetivo principal a preservação de documentos e difusão da obra de artistas brasileiros que apresentam tendência construtiva, como Willys de Castro, Sérgio Camargo, Amilcar de Castro e Iole de Freitas. Sua contribuição é grande para a pesquisa sobre esses artistas. O IAC sistematicamente organiza um banco de dados disponível para consulta via site. E foi de dentro desse acervo que o curador Jacopo Crivelli selecionou 158 peças, entre desenhos, estudos, projetos e fotografias para apresentar na mostra IAC – 20 Anos. A visita à exposição ainda permite que o público conheça mais sobre o funcionamento do Instituto por meio de conversas com seus colaboradores.

Serviço
IAC – 20 Anos
Museu Belas Artes de São Paulo
Rua Dr. Álvaro Alvim, 76 – São Paulo
Até 25/11
icabrasil.org.br

Tags: , , , , , , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.