Educação e arte em inanição

Sem repasses do governo do estado do Rio de Janeiro, Escola de Artes Visuais do Parque Lage e Casa França-Brasil colocam 70 funcionários em aviso prévio

Publicado em: 25/12/2015

Categoria: Arte e Educação, Da Hora

Tags: , ,

Em 2015, a nova gestão da Escola de Artes Visuais do Parque Lage garantiu à instituição um programa plural, inovador, ousado, surpreendente até, envolvendo a articulação e a composição de campos diversos da cultura e do pensamento. Hoje esse projeto corre perigo de vida, ameaçado de inanição, devido ao repasse insuficiente de recursos, por parte do governo estadual do Rio de Janeiro.

Screen Shot 2015-12-25 at 18.03.10

A seguir, a íntegra do comunicado da Oca Lage:

A Oca Lage, organização social gestora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e da Casa França-Brasil – espaços da Secretaria estadual de Cultura –, coloca seus 70 funcionários em aviso prévio a partir de hoje. Em 2015, o Governo estadual só repassou metade do valor acordado, o que impede que a Oca Lage dê prosseguimento ao seu trabalho planejado. Criada pelo Governo do Estado para profissionalizar e compartilhar com a sociedade civil a gestão de duas importantes instituições culturais, a Oca Lage se vê obrigada a adequar seu planejamento e ações devido ao não cumprimento do contrato por parte do Governo do Rio de Janeiro.

Nos últimos seis meses, mesmo sem receber qualquer repasse do Governo estadual, a Oca Lage honrou seu planejamento, dando prosseguimento ao programa de bolsas, aulas públicas, ações educativas, exposições, palestras, shows gratuitos com Jards Macalé e Rodrigo Amarante, entre muitos outros eventos abertos ao público. É preciso lembrar que a Oca Lage mantém sob sua guarda, manutenção e limpeza os 175 mil metros quadrados de área verde do Parque Lage. Todas essas ações foram realizadas com receitas próprias da Oca Lage, obtidas a partir de eventos como o show beneficente comemorativo dos 40 anos da EAV Parque Lage, com Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Arto Lindsay, e a gravura criada pelo artista Luiz Zerbini para celebrar a data. A Oca Lage – também com recursos levantados ao longo de 2015 – realizou obras na Casa França-Brasil, que comemora seus 25 anos, para integrá-la à reurbanização da região portuária, devolvendo ao público a entrada principal do edifício de 1820, de frente para o mar.

Portanto, a Oca Lage aguarda que o Governo do Estado cumpra seus repasses orçamentários contratuais, de modo a permitir a continuidade deste trabalho bem-sucedido de ativação e preservação desses dois espaços tão importantes para a vida da cidade.

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.