Engajamento digital

No MoMA, campanha Art+Feminism realiza edição em massa na Wikipedia para incluir verbetes sobre mulheres, artistas e movimentos feministas na rede

Camila Régis

Publicado em: 16/02/2016

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Tags: , , ,

Criada em 2014, a campanha Art+Feminism nasceu com o objetivo de encorajar a criação de conteúdos editoriais sobre (e feitos por) mulheres e artes visuais na Wikipedia, a enciclopédia online mais acessada da internet — que apresenta, de acordo com a fundação que a administra, uma presença feminina inferior a 10% entre seus editores.

As páginas desenvolvidas por um mutirão organizado pela campanha incluíam, além de artistas mulheres, movimentos de arte feminista, artigos e bolsas de estudos sobre o assunto. Na época, cerca de 600 voluntários criaram 101 novas entradas no site, enquanto no ano passado o voluntariado aumentou para 1.500 pessoas e 334 novos artigos foram feitos, além da melhoria de outros 500 verbetes.

Em seu terceiro ano consecutivo, a iniciativa anunciou que irá realizar mais uma edição do Wikipedia Edit-a-thon (algo como Wikipedia Edição em Massa, em tradução livre) no próximo dia 5 de março. Novamente, as atividades acontecem no prédio de educação e pesquisa Dorothy and Lewis B. Cullman, do MoMA, em Nova Iorque, das 10h às 17h. De acordo com nota, o movimento edit-a-thon ocorrerá em diversos lugares do mundo durante o mês de março, como Tate Britain, Yale University, Museo Universitario Arte Contemporáneo da Cidade do México e National Museum of Women in the Arts, em Washington.

A edição deste ano inclui um painel de discussão, suporte para edição, creche para crianças e tutorias para editores iniciantes de Wikipedia. Na parte da manhã, a escritora Orit Gat, a artista e ativista Reina Gossett e a colunista de tecnologia no New York Times Jenna Wortham irão discutir feminismo contemporâneo e cultura digital numa conversa moderada pela diretora de conteúdo e estratégia digital do MoMA, Fiona Romeo. Durante à tarde, outros grupos debatem assuntos como propriedade intelectual, notabilidade e visibilidade LGBT na Wiki.

Mais informações no site oficial da Art+Feminism.

 

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.