As mulheres de No Man’s Land; confira a galeria de imagens

Em cartaz na Rubell Family Collection, em Miami, até 28 de maio, a exposição é guiada por conceitos feminismo radical e pós-modernismo

Com curadoria de Tami Katz-Freiman, a coletiva No Man’s Land é tanto uma terra sem lei, quanto uma terra sem homens. Pautada pela transgressão de fronteiras entre diferentes domínios, dissolução de hierarquias e composta apenas por mulheres, a mostra reúne trabalhos de mais de 100 artistas, entre elas nomes como Kara Walker, Cindy Sherman, Sarah Lucas, Jenny Holzer e as brasileiras Sonia Gomes, Marina Rheingantz e Solange Pessoa.

Confira abaixo algumas das obras que integram a exposição, em destaque na #select28.

 

  • Justin Bond (1993), foto da norteamericana Catherine Opie (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Jo (1993), foto da norteamericana Catherine Opie (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Prière de Toucher (2000), fotografia da britânica Sarah Lucas (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Wigs (Porfólio) (1994), litogravuras da norteamericana Lorna Simpson (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Kara Walker, Camptown Ladies (1998) (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Tantas Estorias, de Sonia Gomes (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Schauspieler (2003), da alemã Isa Genzken (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
  • Not Yet Titled (2013), da norueguesa Idda Ekblad (Foto: Cortesia Rubell Family Collection)
Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.