A Camila Duprat ausente

da Redação

Publicado em: 07/08/2013

Categoria: media reader, o facebook do dia

Com pesar, a revista seLecT dedica seu Facebook do dia, à curadora e gestora cultural Camila Duprat (1955 – 2013), reproduzindo o post de seu parceiro de trabalho e amigo, Tadeu Chiarelli, curador e diretor do MAC-USP

Para minha cara Camila Duprat, que se ausentou tão cedo, o poema que Manuel Bandeira escreveu, quando da morte de seu amigo Mário de Andrade: 

Anunciaram que você morreu.

Meus olhos, meus ouvidos testemunham:

A alma profunda, não.

Por isso não sinto agora a sua falta.

Sei bem que ela virá (Pela fôrça persuasiva do tempo).

Virá súbito um dia,

Inadvertida para os demais

Por exemplo assim:

À mesa conversarão de uma coisa e outra

Uma palavra lançada à toa

Baterá na franja dos lutos de sangue.

Alguem perguntará em que estou pensando,

Sorrirei sem dizer que em você,

Profundamente.

Mas agora não sinto a sua falta.

É sempre assim quando o ausente Partiu sem se despedir:

(Você não se despediu.)

Você não morreu: ausentou-se.

Direi: Faz tempo que êle não escreve.

Irei a São Paulo: você não virá no meu hotel.

Imaginarei: Está na chacrinha de São Roque.

Saberei que não, você ausentou-se.

Para outra vida?

A vida é uma só. A sua vida continua

Na vida que você viveu.

Por isso não sinto agora a sua falta

(Manuel Bandeira, A Mário de Andrade Ausente, 1945. Publicado em Belo Belo, 1948)

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.