A terra do ódio

Giselle Beiguelman lança Odiolândia, que compila comentários feitos em redes sociais sobre recentes acontecimentos no Brasil

Da redação
Cordel Odiolândia de Giselle Beiguelman (Foto: Divulgação)

Giselle Beiguelman, conselheira editorial da revista seLecT, lança na terça-feira, 28/8, uma pequena publicação com odiosos comentários de redes sociais sobre recentes acontecimentos que mobilizaram o Brasil. O cordel chamado Odiolândia, que integra a série Pandemia da editora n-1 edições, mostra a reação violenta de internautas à invasão da Cracolândia em maio de 2017, ao assassinato da vereadora Marielle Franco em março de 2018 e ao incêndio do Edifício Wilton Paes de Almeida em maio de 2018. De acordo com a autora, são recorrentes comentários que culpabilizam as vítimas e que demandam a liberação do porte de armas, a pena de morte e a intervenção militar.

Odiolândia é lançado às 20h na Casa do Povo, com debate entre Beiguelman, Vladimir Safatle e Peter Pál Pelbart.

Serviço
Lançamento Odiolândia
Casa do Povo
Rua Três Rios, 252 – São Paulo
28/8, 20h
casadopovo.org.br

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.