Agenda do fim do mundo (16 a 23/12)

Iván Navarro; Transbordar; Renato Ranquine; José Carlos Marinat e Rodrigo Sassi; Emicida; A Vida de Tina

Da redação

Publicado em: 16/12/2020

Categoria: Agenda, Destaque

Impenetrable Room (2016), de Iván Navarro (Foto: Divulgação)

“Quando desenredada do sujeito, a reflexão sobre a obra de arte libera a imaginação da rede de significação sustentada pela separabilidade, determinabilidade e sequencialidade. Trata-se de um passo crucial na dissolução de um modo de conhecimento que sustenta o estado-capital, isto é, que fundamenta uma imagem do mundo como aquilo que deve ser conquistado (ocupado, dominado e subjugado).”
Denise Ferreira da Silva em Em estado bruto

EXPOSIÇÕES
ExFinito
O Farol Santander, em São Paulo, apresenta de 18/12 a 28/2/2021 uma exposição com 14 trabalhos inéditos no Brasil do artista chileno Iván Navarro. Com curadoria de Marcello Dantas, a mostra usa formas labirínticas, espelhos e luzes para provocar dúvidas sobre a nossa percepção e os sentidos.

Compre Arte (2020), de Renato Ranquine (Foto: Reprodução / Soma Galeria)

Compre Arte
O artista Renato Ranquine inaugura uma individual na qual a frase “compre arte” é aplicada em letreiros, camisetas e banners, replicando as estratégias de mercados populares como o Saara, no Rio de Janeiro, e a 25 de Março, em São Paulo. Aberta de 17/12 a 2/2/2021, a exposição é a segunda na nova sede da Soma Galeria, em Curitiba, e funciona como uma autocrítica bem-humorada sobre o mercado de arte. 

Sem título (2020), de Rodrigo Sassi (Foto: Divulgação)

Marieloisa 1003
Um projeto em parceria entre a Galeria Leme e a Central reúne os artistas José Carlos Marinat e Rodrigo Sassi em um edifício na Alameda Glete, em São Paulo. Aberta até 13/2/2021, a mostra aborda questões como o espaço urbano, os materiais de construção e a relação entre o edifício e a rua. 

Vista da exposição de acervo da Galeria Silvia Cintra + Box4 (Foto: Divulgação)

Exposição de acervo
A Galeria Silvia Cintra + Box4, no Rio,  apresenta até 27/2/2021, obras de seu acervo, que inclui nomes como Ana Maria Tavares, Nelson Leirner, Iole de Freitas, Carlito Carvalhosa, Miguel Rio Branco, Daniel Senise e Cristina Canale. A mostra busca resgatar algumas discussões sobre a arte produzida nos anos 1980, das vertentes concretistas à relevância da fotografia e da escultura nos trabalhos feitos no Brasil.

Emicida (Foto: Reprodução / Netflix)

DOCUMENTÁRIO
Emicida: AmarElo – É Tudo Pra Ontem
O rapper paulistano apresenta a história do movimento negro no Brasil por meio da música e da literatura, em um entrelaçamento entre suas experiências individuais e coletivas. A partir da gravação de seu show homônimo no Theatro Municipal de São Paulo, em 2019, Emicida refaz as linhas de força da criação de expressões como o samba rock, o samba rap e outros fenômenos culturais brasileiros que são resultado de hibridismos entre culturas dominantes e de resistência.  

Mestiçagem (2020), de Andrey Zignnatto (Foto: Divulgação)

PUBLICAÇÃO
Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência
O Itaú Cultural lançou nesta terça-feira, 15/12, uma publicação com os selecionados para os editais emergenciais lançados no início da pandemia.  São 154 trabalhos de diferentes linguagens e regiões do país. 

Horrana de Kássia Santoz (Foto: Victória Negreiros)

INSTITUIÇÃO
Horrana de Kássia na Pinacoteca
A educadora, curadora e pesquisadora capixaba foi a selecionada para a vaga de curadoria que é fomentada pela instituição em parceria com a coleção Ivani e Jorge Yunes. A aliança entre a Pinacoteca de São Paulo e a coleção se vale de um modelo pouco utilizado no Brasil, de associação público/privado para a viabilização de novas vagas de emprego, que ficam a cargo do parceiro privado.

A vida de Tina (Foto: Reprodução / Instagram)

REDES
A Vida de Tina
As atrizes Isabela Mariotto e Júlia Burnier alimentam uma conta no Instagram na qual ironizam hábitos burgueses, das relações com a academia e com empregados às diversas culpas de classe. Com mais de 70 mil seguidores, a personagem Tina discute com muito bom humor os hábitos da classe média durante a quarentena e as diversas formas de escapismo desse grupo social. 

Ana Paula Lopes e Cadu Gonçalves (Foto: Ana Pigoso/ Divulgação)

ENTREVISTA
Conversa com os Curadores
O Projeto Afro acaba de lançar um novo programa de entrevistas com curadores afrodescendentes. Sem periodicidade definida, a primeira conversa disponível é com a dupla Ana Paula Lopes e Cadu Gonçalves, que cederam entrevista à Luciara Ribeiro.

Flyer do Programa orientado a práticas subalternas (Foto: Divulgaçaõ)

INSCREVA-SE
Programa Orientado a Práticas Subalternas
A Trienal Frestas apresenta um programa de formação com o Colectivo Ayllu (Migrantes Transgresorxs) e mediação da filósofa Abigail Campos Leal. As inscrições para o projeto, que será realizado de janeiro a março de 2021, encerram-se em 16/12. 

Espetáculo Quanto Custa a Vacina (Foto: Bia Moraca)

TEATRO
Festival de Teatro e Dança de Suzano
De 19 a 23/12, o Teatro da Neura promove uma mostra on-line que inclui monólogos e apresentações em grupo.  Todos os trabalhos foram concebidos durante o período da pandemia e o projeto é viabilizado pela Lei Aldir Blanc.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.