Agenda do fim do mundo (17 a 24/2/2021)

Táticas de Desaparecimento; Carnaval no Museo del Barrio; Paulo Nenflidio; Carlito Carvalhosa; A História Natural das Ruínas; Floresta de Números; True Fake

Da redação

Publicado em: 17/02/2021

Categoria: Agenda, Destaque

Autorretrato da série Identidade é Ficção, de Sallisa Rosa (Foto: Divulgação / Paço das Artes)

“a arte moderna já nasceu antiga
com seus talheres forjados à la paris
faca, fork, prato raso e bourdeaux
páris que por fuck faz bobagem
se a arte indígena durará dez anos
eu quero ser aquiles: que será famoso
e morrerá antes de receber o troféu
na queda do céu ser estrela cadente”
Denilson Baniwa em ReAntropofagia 

EXPOSIÇÕES
Táticas de Desaparecimento
Com curadoria de Nathalia Lavigne, a primeira mostra de 2021 do Paço das Artes, em São Paulo, está aberta de 19/2 a 16/5. Na exposição, Lavigne discute o desaparecimento como estratégia frente aos crescentes mecanismos de vigilância a partir de obras de artistas como Aleta Valente, Regina Parra e Sallisa Rosa. A mostra também marca a comemoração dos 25 anos do edital para o programa de exposições da instituição.

Alinhamento n1 (2020), de Paulo Nenflidio (Foto: Divulgação)

Universo Invisível
A individual de Paulo Nenflidio no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo reúne seis trabalhos inéditos que relacionam arte, ciência e tecnologia. A mostra é um dos três projetos selecionados por edital para exposições temporárias na instituição e discute questões como gravidade, equilíbrio e tempo. De 20/2 a 23/5,

Floresta de Números, de Emmanuelle Moureaux (Foto: Divulgação)

Floresta de Números
O Farol Santander, em São Paulo, apresenta uma individual de Emmanuelle Moureaux. Baseada em Tóquio, a artista francesa parte da forma de organização da cidade e utiliza as cores como elementos tridimensionais de transformação do espaço. Em cartaz de 19/2 a 23/5, a instalação é composta por uma série de números coloridos suspensos no espaço e já foi exibida na Itália, na França e em Taiwan.

Frame do vídeo Mesa curandera (2018), de Louiidgi Beltrame (Foto: Divulgação)

A História Natural das Ruínas
De 20/2 a 17/4, o Pivô, em São Paulo, apresenta curadoria de Catalina Lozano com artistas como Denilson Baniwa, Cristiano Lenhardt, Daniel Steegmann Mangrané e Janaina Wagner. A mostra propõe uma revisão crítica sobre as noções modernas de separação entre natureza e cultura e suas consequências ontológicas, ambientais e na própria linguagem.

Área de Propriedade (2020), Carlito Carvalhosa (Foto: Camilla Jan)

Área de Propriedade
A partir de 20/2, a Fábrica de Arte Marcos Amaro, em Mairinque, São Paulo, apresenta uma intervenção do artista Carlito Carvalhosa. Com 195 metros de extensão e oito metros de altura, a instalação é uma espécie de cerca que ao mesmo tempo divide o espaço e permite o livre trânsito pela paisagem.

Chuva (2021), Antonio Malta Campos (Foto: Divulgação)

Álbum Branco
Algum
Individuais simultâneas de Antonio Malta e Rodrigo Bivar estão em cartaz na Galeria Simões de Assis, em São Paulo, até 20/3/2021. Com pinturas de pequenas e médias dimensões, Malta mistura construções amorfas e outras geométricas, enquanto Bivar vale-se de motivos bucólicos, como pássaros pousados na paisagem e vacas no campo. Os dois artistas utilizam campos de cores sólidas e enfáticas marcas pictóricas na construção da imagem.

Entretanto, de Elvis Almeida (Foto: Divulgação)

Entretanto
A galeria Mul.ti.plo Serra, em Petrópolis, apresenta uma exposição em dupla de Elvis Almeida e Pedro Sánchez. As gravuras presentes na mostra, produzidas ao longo de 2020, extrapolam os limites técnicos dessa linguagem tanto pela escala como pelas sobreposições de cores e texturas. Enquanto Almeida produz arranjos inusitados de cores e formas amorfas e geométricas, Sánchez utiliza apenas o branco e preto e a figuração.

Exposição Épica do espaço, de Osmar Dalio (Foto: Divulgação)

Épica do Espaço
De 20/2 a 19/3, a Galeria Leme, em São Paulo, reúne esculturas de aço corten do artista Osmar Dalio. Com texto curatorial de Marilúcia Bottallo, a exposição ocupa os espaços interno e externo da galeria, borrando os limites entre arquitetura e escultura a partir da escala, do material e da geometria das obras.

Eu, autorretrato (1949-52:2006), Fernando Lemos (Foto: Reprodução)

Clube de Colecionadores de Fotografia do Museu de Arte de São Paulo
Com curadoria de Eder Chiodetto, a mostra celebra os 20 anos do projeto e segue aberta ao público até 1/8. São mais de 100 artistas, entre os quais estão Adriana Varejão, Berna Reale, Cláudia Andujar, Fernando Lemos, Nuno Ramos, Miguel Rio Branco e Regina Silveira, que apresenta uma edição comemorativa do trabalho Flash (2010). Além de enfatizar a importância do projeto para a instituição, a mostra promove uma reflexão sobre a produção fotográfica nas últimas décadas no Brasil a partir de temas como identidade nacional; documental e imaginário; e retrato e autorretrato.

Jueves Social: De Carnaval (Foto: Divulgação)

MÚSICA
Jueves Social: De Carnaval
O Museo del Barrio apresenta, em 18/2, às 18h (BRT), uma live com os DJs MGSP. O duo carioca estabelecido no bairro do Brooklyn mistura funk e reggaeton, espraiando parte da cultura brasileira pela cidade de Nova York. O evento, que marca o encerramento do Carnaval, é parte de uma série de atividades on-line desenvolvidas pela instituição como forma de reunir a comunidade, ainda que a distância.

Espetáculo Lara e o Pássaro (Foto: Vitoria Eichenberger)

INSCREVA-SE
Festival BEIRA! – Bienal de Experimentos Interculturais
Até 18/2, artistas e coletivos podem inscrever espetáculos, propostas de oficinas ou mesas de debates no festival que acontece pela primeira vez on-line. Realizado desde 2019, o Beira! é idealizado por Carolina Caldas, Gabriel Pangonis, Luan Assunção, Luiza Marinho e Raíza Penteado.

Frame do video Parallel II, de Harun Farocki (Foto: Divulgação)

VÍDEO
True Fake: Troubling the Real in Artists’ Films
De 9/2 a 29/4, o e-flux promove um programa de vídeos de artistas como Harun Farocki, Chris Marker, Sondra Perry e Walid Raad. Centrado na discussão de conceitos, como o de pós-verdade, o projeto pensa a virada documental da arte desde os anos 1990 frente a problemas como fake news, verdades alternativas ou controle informacional.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.