Agenda do fim do mundo (20 a 27/1/2021)

Nicholas Nixon; Residência Ybytu; Mostra de Cinema de Tiradentes; León Ferrari; A Concessão do Ibirapuera

Publicado em: 20/01/2021

Categoria: Agenda, Destaque

Bebe, Cambridge (1980), de Nicholas Nixon
Bebe, Cambridge (1980), de Nicholas Nixon. Impressão em galetina e prata, contato. 20,3 x 25,4 cm (Foto: reprodução / Coleções Fundación MAPFRE)

“O conflito como retórica, o tumulto como moeda, a instabilidade institucional como instrumento político, eis as condutas em sintonia de Trump e Bolsonaro que esses quase cinco anos deram aos dois imensos e parecidos países.”
Tiago Medeiros em A Invasão do Capitólio e a Bolsonarização de Trump

EXPOSIÇÕES
Nicholas Nixon – Coleções Fundación Mapfre
A obra do fotógrafo norte-americano é objeto de exposição inédita no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. Aberta ao público de 22/1 a 18/4, a mostra tem curadoria de Carlos Gollonet e reúne mais de 180 imagens divididas em nove núcleos que abordam desde situações domésticas e intimistas até a crise da AIDS no início dessa epidemia. A passagem do tempo também aparece nas fotografias de idosos ou nas imagens que retratam o envelhecimento da esposa e irmãs do fotógrafo na série As Irmãs Brown. A exposição também contará com visitas guiadas e encontros formativos. Confira a programação completa no site do instituto.

Das Cinzas Voltar, nas Cinzas Vencer, Viradouro de Alma Lavada

Fênix, ser mitológico, símbolo do renascimento e da esperança. Alegoria da Viradouro na sua volta ao grupo Especial em 2019. Desfile aclamado que rendeu o vice-campeonato à escola, que renasceu.

Fênix. Alegoria da Viradouro (2019), de Renata Xavier e Leandro Lucas
(Foto: divulgação / Renata Xavier e Leandro Lucas)

De 21/1 a 28/2, o pátio externo do  Museu de Arte Contemporânea de Niterói recebe uma exposição de fotografias idealizada pelos artistas Renata Xavier e Leandro Lucas. São mais de 400 fotos produzidas entre 2017 e 2020 no contexto da escola de samba Unidos do Viradouro, que foi rebaixada para o grupo de acesso no início do projeto e venceu o carnaval do Rio em 2020. Além da trajetória de renovação da escola, as imagens registram os bastidores dos trabalhadores e montagens dos desfiles, e celebra o Carnaval em um ano em que essa festa encontra-se suspensa devido à pandemia do coronavírus.

O Assombro dos Trópicos

O Assombro dos Trópicos (2020), de Anarca Filmes, Diambe, Rafael Bqueer and Davi Pontes & Wallace Ferreira
(Foto: divulgação)

A segunda edição do programa Pivô Satélite conta com curadoria de Victor Gorgulho e participação dos artistas Anarca Filmes, Diambe, Rafael Bqueer e Davi Pontes & Wallace Ferreira. Concebido para o digital, o projeto reflete sobre tropicalidade, ficção especulativa, corpo e linguagem e estará disponível a partir de 26/1, sendo inaugurado pelo coletivo Anarca Filmes.

Tudo o que Você me Der é Seu: Prosas de Mulheres na Arte Popular

Tudo o que Você me Der é Seu: Prosas de Mulheres na Arte Popular

Tudo o que Você me Der é Seu: Prosas de Mulheres na Arte Popular (Foto: reprodução / Galeria Central)

Até 30/1, Efigênia Rolim, Lira Marques, Nilda Neves e Rosana Pereira participam de curadoria de Renan Quevedo, na Central Galeria, em São Paulo. Esculturas de barro, obras em tecido e pinturas sobre papel são algumas das técnicas usadas por essas artistas para registrar seu entorno, em tom de crônica. Os limites da ideia de “arte popular” e apagamentos históricos também estão no espectro de discussões da mostra.

Três Redes, Três Paus, O Fogo

Três Redes, Três Paus (2021), de Thiago Benucci (Foto: divulgação / Julia Thompson)

A exposição de inauguração do espaço andar43, na região do Anhangabaú, em São Paulo, é uma instalação do arquiteto e antropólogo Thiago Benucci, selecionada via concurso lançado em setembro de 2020. Como um “acampamento poético”, o projeto é baseado no formato triangular das arquiteturas yanomami e questiona as formas de vida nas cidades. Aberta até meados de fevereiro, a mostra pode ser visitada via agendamento por DM.

MADRI
The Kind Cruelty. León Ferrari, 100 Years

Santa María (1992), de León Ferrari. Instalação (Foto: reprodução / Museu Reina Sofía)

Até 12/4, o Museu Reina Sofía apresenta uma mostra não-linear sobre a obra do artista argentino. Embaralhando peças abstratas e políticas, poéticas e construtivas, a exposição, com curadoria de Fernanda Carvajal, Javier del Olmo, Andrea Wain e da equipe da Fundação Augusto e León Ferrari, tem título inspirado em um poema do artista no qual ele comenta sobre a relação intrínseca entre delicadeza e violência.

CAMPANHA
São Paulo – Território em Construção

Planta geral da Capital de São Paulo (1897), de Gomes Cardim (Foto: Helio Nobre e José Rosael / Museu Paulista)

Em comemoração aos 467 anos da cidade de São Paulo, o Museu do Ipiranga lança, na primeira hora do dia 25/1, uma campanha que revisita seu acervo. Além da análise iconográfica da formação da cidade, o projeto reúne depoimentos de historiadores, arquitetos e urbanistas para refletir sobre as transformações que ocorreram na cidade desde sua fundação. A programação inclui web stories, registros de pinturas e mapas, além de áudios, vídeos e lives que serão realizadas entre 25 e 27/1.

LANÇAMENTO
Monja Rebelde 

Single Monja Rebelde (2021), de Juan Duarte

Monja Rebelde (2021), de Juan Duarte. (Foto: divulgação)

O primeiro single de Juan Duarte reflete sobre a internet e seus efeitos no campo psicológico e espiritual. Misturando música eletrônica, documentário e ficção, o clipe é co-dirigido por Duarte, Pedro Nascimento e Martina Van Steen, que usaram a própria linguagem da internet, com memes, gifs e filtros do Instagram.

WEBINÁRIO
Arte e Economia: Acordo de Cooperação FGV e MAM

Fachada do MAM (Foto: divulgação/ Paulo Altafin)

Em 20/1, às 18h, o Museu de Arte Moderna de São Paulo e a Fundação Getúlio Vargas promovem um seminário on-line sobre arte e economia. Voltado a artistas, colecionadores e galeristas, além de interessados em economia, administração e direito, o projeto conta com a participação de Cauê Alves, Mariana Guarani Berenguer, Lilian Furquim, entre outros que irão abordar o circuito de arte, parcerias institucionais e a centralidade do MAM na cena paulistana.

INSCREVA-SE
Residência Ybytu

Residência Ybytu. (Foto: reprodução / Ybytu)

Até 29/1, artistas residentes no estado de São Paulo podem enviar seus portfólios para a seleção do programa de residências Ybytu. Fomentado pelos colecionadores Georgiana Rothier e Bernardo Faria, o projeto conta com curadoria de Luiza Teixeira de Freitas e envolve a ajuda de custo de R$ 6 mil para uma residência com dois meses de duração em uma apartamento com ateliê no bairro de Pinheiros, em São Paulo.

FESTIVAL
24ª Mostra de Cinema de Tiradentes 

Longa Irmã (2020), de Luciana Mazeto e Vinícius Lopes (Foto: divulgação)

De 22 a 30/1, mais de 100 filmes da cena jovem e emergente são exibidos na primeira edição on-line do projeto. Além de oficinas, conversas e performances, destaca-se na programação deste ano o projeto Mostra Olhos Livres, que busca abranger diretores de diversas regiões do país, formando uma compreensão plural do cinema produzido recentemente por novos autores.

PODCAST
Bola na Agulha – a Concessão do Ibirapuera

Podcast Bola na agulha (Foto: divulgação)

O podcast Bola na Agulha é dedicado a uma série de questões políticas e sociais internas ao mundo do esporte. Neste episódio, Gabriel de Campos, Guilherme Weffort e Álvaro Logullo Neto falam sobre a polêmica concessão do Complexo Esportivo do Ibirapuera à iniciativa privada.

VISITA GUIADA
O Banco do Brasil, o Centro Cultural e a Cidade de São Paulo – uma Viagem no Tempo
Em comemoração ao aniversário de São Paulo, o Centro Cultural Banco do Brasil passa a oferecer, periodicamente, uma visita guiada que usa de elementos lúdicos e teatrais para narrar a história do prédio ocupado pela instituição. Com direção artística e encenação de Kleber Montanheiro e roteiro da Cia. Mar, o projeto acontece, durante o primeiro semestre de 2021, quinzenalmente aos sábados e feriados, às 11h.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.