Amazônia: Uma residência editorial

Em parceria com a Pro Helvetia, projeto de pesquisa e criação seLecT recebe Denilson Baniwa, Guerreiro do Divino Amor e Vanessa Lorenzo

Da redação

Publicado em: 06/07/2021

Categoria: Da Hora, Destaque, Residência Editorial

SuperRio SuperFiction Magazine (2017), de Guerreiro do Divino Amor (Foto: Cortesia do artista)

Expandindo seus espaços de criação e interlocução artística, a seLecT inaugura uma residência editorial em parceria com a Pro Helvetia. Entre 5/7 e 11/10, os artistas Denilson Baniwa (Barcelos, 1984), Guerreiro do Divino Amor (Geneva, 1983) e Vanessa Lorenzo (Biscaia, 1985) ocupam as plataformas, seções e redes sociais da revista, em desdobramento de suas pesquisas sobre o território amazônico.Nascidos em meados dos anos 1980, Baniwa, Divino Amor e Lorenzo são os artistas convidados para inaugurar o projeto, pois, além de reconhecida trajetória, todos tem a floresta amazônica no horizonte de pesquisa. Outro fator decisivo é o uso que fazem de ferramentas textuais e audiovisuais, o que torna os espaços da seLecT plenamente apropriados para o desenvolvimento e circulação de suas propostas.

Ecovisionaries (2019), de Vanessa Lorenzo (Foto: Marcos Morilla)

Baniwa propõe o Projeto Watasára Miráitá (Árvores que Andam) no qual elabora a compreensão da floresta a partir dos povos que a habitam. Guerreiro segue com suas “superficções”, nas quais cria verdadeiras cosmogonias de cidades emblemáticas do atual estado das coisas. A superficção amazônica surge concomitantemente a uma pesquisa em processo do artista sobre as mitologias contemporâneas envolvidas na identidade Suíça, também em parceria com a Pro Helvetia. Lorenzo, por sua vez, parte de Mari Mutari, uma investigação com próteses sintéticas que criam híbridos entre o vegetal e o humano, discutidos sob uma perspectiva feminista e informado pelos debates da ficção especulativa.

Denilson Baniwa (Foto: Cortesia do artista)

A residência propõe ainda reuniões de trabalho entre os artistas e uma equipe de arqueólogos do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (MAE USP), envolvidos com pesquisas de relações interespécies. Além de promover o intercâmbio cultural entre artistas brasileiros, europeus e pesquisadores, a Residência Editorial é mais uma das ações da seLecT sobre a floresta, tema das quatro edições da revista em 2021. Baniwa, Divino e Lorenzo, cada um a seu modo, têm pesquisado as relações e interações entre a floresta e o humano, com os impactos simbólicos, ambientais e sociais surgidos desse contato.

Reunião com Vanessa Lorenzo

Ao longo dos três meses de residência, processos de pesquisa, experimentação e reflexão serão publicados nas seções da revista digital, no site e redes sociais, explorando as linguagens específicas dessas plataformas, assumindo a forma de textos, ensaios visuais, vídeos e peças sonoras.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.