Arte e educação no Matadero

Luciana Pareja Norbiato

Publicado em: 22/10/2015

Categoria: Da Hora, intervenções e projetos

Em cartaz na instituição madrilenha a partir de 30 de outubro, exposição Ni Arte Ni Educación traz pensamento transdisciplinar em 21 obras que são dispositivos pedagógicos

 Unnamed (2)

A partir do dia 30 de outubro, o Matadero Madrid recebe uma mostra que, ao abordar pedagogia, consegue ir muito além da ideia de uma sala de aula: Ni Arte Ni Educación, que traz 21 trabalhos que funcionam como dispositivos pedagógicos e pedem a participação total do público. A ideia é trazer para a instituição uma noção de educação transdisciplinar, que subverta o modelo tradicional de sala de aula e de professor. E, ao mesmo tempo, amplia os limites da arte, já que essas experiências de caráter coletivo também são trabalhos.

Os suportes de base para as experiências são os mais variados. Vão desde a realização de uma festa (!) até investigação, passando por vídeo, áudio e documentação, entre outros.  Nomes como Luiz Camnitzer, Ana Cebrián e Paloma Calle integram o cast. Reforçando o caráter participativo da mostra, ela só fica aberta quando uma das atividades está acontecendo. Ou seja, não tem atividade perene esperando o público chegar, é a presença de público que faz a exposição existir. A programação completa está aqui.

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.