Arte Naïf Brasileira é comemorada com exposição em Nice

Uma seleção de 70 trabalhos de 50 artistas de destaque no segmento convidam um novo público a uma viagem por um segmento pouco conhecido

Publicado em: 07/06/2016

Categoria: Agenda

Edvaldo - A Barraca das Melancias (Foto: Cortesia Jacques Ardiés)

O Musée International d’Art Naïf Anatole Jakovsky abre seu espaço para a mostra Brasil Naïf, Uma Viagem Na Alma Brasileira/ Fantaisies Brésiliennes, exibindo uma seleção de obras de 50 artistas de maior destaque da arte naïf brasileira. A iniciativa é do marchand e galerista Jacques Ardies, franco-belga radicado no Brasil há 40 anos, proprietário da galeria homônima e dedicado ao segmento Naïf.

Na expografia, criada para apresentar esses trabalhos, estabelece-se a ordem cronológica do desenvolvimento da arte naïf no Brasil. Com seus primeiros registros datados em 1940, quando artistas como Silvia Chalreo e Chico da Silva, são aceitos em salões de arte oficiais, apresentando um testemunho de arte original resultado de uma miscigenação racial somado ao sincretismo religioso e uma necessidade premente de vencer dificuldades diárias representados pelas cores da esperança.

Serviço
Musée International d’Art Naïf Anatole Jakovsky
Château Ste. Hélène, 23, Avenue de Fabron, Nice
De 10 de junho a 3 de outubro
De quarta a segunda-feira, das 10h às 18h
Tel.: (+33) (04) 93 71 78 33

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.