Artur Lescher: Discurso visual

O desenvolvimento da consciência dos discursos visuais priorizando as relações construtivas, assim como a escolha dos materiais

Publicado em: 24/03/2017

Categoria: Casa seLecT, seLecTV

O curso tem como finalidade desenvolver a consciência dos discursos visuais, priorizando as relações construtivas assim como a escolhas dos materiais, considerando suas propriedades físicas e suas  possibilidades de significação. Através de exercícios específicos, discutiremos as questões relacionadas: Suporte informado; Construção tridimensional; Elaboração de um discurso visual; Expansão para o espaço. O participante deverá trazer materiais diversos (em grande quantidade) de todos os tipos, tais como: plásticos, madeiras, tecidos, roupas usadas, jornais velhos, arames, barbantes, metais e papéis, além de material básico para desenho.

Artur Lescher é escultor. Lecionou escultura na Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo, de 1991 a 2016. Em sua produção escultórica, utiliza materiais diversos, como metal, pedra ou madeira, e cria obras que evocam o design e lembram objetos conhecidos, mas destituídos de sua função. Nas instalações o artista mantém diálogo com o espaço arquitetônico. Publicou pela Cosac Naify os livros Artur Lescher, em 2002, com textos de Aracy Amaral, Rafael Vogt e Artur Nestrovski, e Rios, em 2013, a partir de uma parceria com a APC.

*Curso prático de até 15 alunos

Inscrições pelo email casaselect423@gmail.com
A/C de Mônica Saraiva e Marcelo Rainho

Inicio 27 de março
Horários Segundas, das 17h às 19h30
Carga horária 10 horas (4 encontros em 27/3, 3/4, 10/4 e 17/3)
Investimento R$ 400,00

Tags: , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.