Baró Galeria abre exposição e lança a Galer[it]

Flavio Samelo, novo representante da galeria, ocupa paredes com painel de 9 metros de altura, além do interior do espaço móvel transformado em galeria de arte

Publicado em: 29/09/2016

Categoria: Agenda

Trabalho de Flavio Samelo que integra a exposição (Foto: Flavio Samelo/ Divulgação)

Baró Galeria Jardins apresenta a partir do dia 1/10 a exposição Imagem Mental, que marca a estreia de Flavio Samelo como artista representado pela Baró. A abertura de sua exposição também apresenta a Galer[it], espaço anexo à galeria, montado em uma estrutura móvel, que contará com performances e exposições temporárias. A Galer[it] nasceu em parceria entre a Contain[it] e a Baró Galeria e poderá ser levada como espaço de arte para feiras e outras cidades. É uma estrutura que flerta com o conceito do nomadismo, uma interpretação do fluxo incessante de pessoas nas grandes cidades. A Galer[it] pretende ser um espaço de convívio para artistas, galeristas e público, e contará com intervenções constantes de artistas convidados tanto em seu interior quando em seus arredores.

Para a galerista Maria Baró, a Galer[it] nasce da vontade de “se levar o espaço da galeria a outras cidades que não tenham um mercado consolidado de galerias. Até mesmo  de reunir um grupo de galerias já consagradas e fazer uma expedição de arte para certas cidades do Brasil”, explica. A estreia de Flavio Samelo entre os artistas representados pela Baró acontece no interior deste espaço e ao redor da Galer[it]. O artista vai apresentar um mural de aproximadamente 9 metros de altura por 6 metros de largura na parede ao lado da Galer[it], além de seis obras em seu interior.

Serviço
Imagem Mental – Flavio Samelo
Baró Galeria Jardins
Rua da Consolação, 3417, Jardins, São Paulo
De 1/10 até 29/10
De segunda-feira a sábado, das 10h30 às 19h30

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.