Coronavírus redefine calendário internacional da arte

Museus fecham as portas e eventos foram cancelados; algumas instituições recorrem à conteúdo online para atender público

Da redação

Publicado em: 13/03/2020

Categoria: Da Hora, Destaque, Notícias Quentes

O Coronavírus visto por microscópio eletrônico (Foto: Reprodução / Creative Commons)

Aberturas de exposições, feiras de arte e programações inteiras de museus foram canceladas ou adiadas como forma de evitar aglomerações que facilitem o contágio do vírus covid-19. Confira as alterações nas mostras e eventos da arte no Brasil e no mundo.

SP-Arte, São Paulo
Um dos maiores eventos comerciais da América Latina, o Festival comunicou pelo Instagram que irá suspender sua realização, prevista para a semana entre 1 e 5/4, como medida de prevenção da difusão do coronavírus. A feira ainda não tem previsão de nova data, mas manterá o público e seus parceiros informados sobre o momento de realização em condições adequadas.

Fábrica De Arte Marcos Amaro, Itu
Tarsila: Estudos e Anotações, exposição com desenhos raros da artista, teve sua abertura, que aconteceria sábado 14/3, adiada por conta da decisão da Organização Mundial de Saúde em classificar como pandemia o surto mundial do coronavírus. A nova data da mostra ainda não foi divulgada pela instituição.

Galeria Luisa Strina, São Paulo
A galeria divulgou um comunicado de que permanecerá fechada até o dia 31/3. A coletiva Nuestra América, que poderia ser visitada a partir de 14/3, foi adiada por tempo indefinido.

IAC, São Paulo
O Instituto de Arte Contemporânea cancelou a inauguração de sua nova sede, que estava marcada para sábado 14/3, e adiou a primeira exposição da casa, que aconteceria também no sábado, para o dia 17 deste mês. A nota data de inauguração do espaço ainda não foi divulgada.

IMS Paulista, São Paulo
O IMS Paulista informou que a conversa com a fotógrafa Paz Errázuriz, que aconteceria em 17/3, foi cancelada devido à decisão da artista de não viajar ao Brasil. Não houve alteração na data de abertura da exposição ao público, marcada para terça feira 18.

FRANÇA
Depois de dois dias de portas fechadas, o museu do Louvre, em Paris, passou a restringir o acesso a pessoas que tenham comprado o ingresso online ou que tenham entrada gratuita, como menores de 18 anos, pessoas com deficiência e professores franceses. No site da instituição, há um pedido para que pessoas doentes ou vindas de áreas afetadas pelo vírus não visitem o museu.

ITÁLIA
Com todo o país todo em quarentena, a curadora Carolyn Christov-Bakargiev, do Castello di Rivoli, está realizando visitas guiadas online, nas quais, junto com sua equipe, grava e edita os tours pela coleção de arte moderna e contemporânea do museu. A plataforma escolhida por Bakargiev é o Digital Cosmos, que está funcionando como alternativa para a visitação do museu e discussão de suas propostas, ainda que apenas no mundo virtual.

ESPANHA
Todos os museus estatais de Madri, incluindo Prado, Reina Sofía e Thyssen-Bornemisza, fecharam suas portas a partir de 12/3. O Museu Nacional do Prado, que costuma divulgar de segunda a sexta-feira vídeos ao vivo sobre as obras da instituição, enfatizou no vídeo desta sexta feira 13, com Alejandro Vergara, responsável pelo setor de Conservação de Pintura Flamenga e Escolas do Norte, que a gravação contemplaria o público que está impossibilitado de visitar o museu. O Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, onde está a obra Guernica, de Picasso, divulgou em sua conta no Instagram link gratuito para o catálogo da mostra Esto Es Passado, que está atualmente em cartaz e é dedicada à obra de Ceija Stojka. O Museu Thyssen também recorreu a conteúdos online como forma de suprir o fechamento do museu e divulgou uma breve aula sobre a exposição Rembrandt y El Retrato en Ámsterdam, 1590-1670. Em Barcelona, a igreja Sagrada Família, ícone da arquitetura de Gaudí, deixou de receber turistas e suspendeu o trabalho de construção como forma de prevenção.

ESTADOS UNIDOS
Em Nova York, instituições de arte como MoMa, Metropolitan e Guggenheim, anunciaram fechamento coletivo. MoMa e MoMA Ps1 estarão fechados até 30/3, data em que a situação será reavaliada; o Guggenheim divulgou que, além de fechar por tempo indeterminado ao público, cancelou ou adiou todos os eventos agendados até 30/4; e o New Museum, além de fechar galerias, anunciou o encerramento das atividades de escritório para aderir ao trabalho home-office.

ARGENTINA
O Malba anunciou que estará fechado até o dia 25/3. Durante esse período, o museu publicará em sua conta no Instagram uma série de conteúdos online. Na quinta feira 12, a instituição divulgou uma imagem da obra La Templanza, de Remedios Varo, artista em exposição, com uma  breve análise de Julio Sanchez Baroni, especialista em astrologia. Outras instituições, como o Museu Nacional de Belas Artes e a Fundação Proa, também anunciaram que estarão fechados por tempo indeterminado.

FEIRAS
Por serem polos de concentração de agentes internacionais do mundo da arte, diversas feiras suspenderam ou adiaram sua realização como medida preventiva. Confira as novas datas:Art Brussels
25 a 28/6Frieze New York
6 a 10/5TEFAF, Nova York
8 a 11/5

Liste, Basel
15 a 21/6

Art Basel
18 a 21/6

Masterpiece London
25/6 a 1/7

Art Dallas Contemporary Art Fair
4/2021

Tags: , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.