Curadores do pavilhão brasileiro de arquitetura em Veneza

Estúdio colaborativo Arquitetos Associados e designer Henrique Penha representam o país na 17ª Mostra Internacional de Arquitetura

Da redação
Os integrantes do estúdio colaborativo Arquitetos Associados (Crédito: Divulgação Fundação Bienal)

A Fundação Bienal de São Paulo anunciou na última quinta-feira, 16, que o estúdio de arquitetura Arquitetos Associados, formado por Alexandre Brasil, André Luiz Prado, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel e Paula Zasnicoff, e o designer Henrique Penha serão os próximos curadores do Pavilhão do Brasil na 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza.

O designer e fotógrafo Henrique Penha (Foto: Anna Lara)

O tema da próxima Bienal é How Will We Live Together? [Como viveremos juntos?] e terá curadoria geral do arquiteto libanês Hashim Sarkis, que busca estabelecer práticas colaborativas direcionadas a melhorias sociais, usando a arquitetura como forma de organização do espaço comum.

Este é um dos maiores eventos de circulação da produção cultural, atraindo especialistas do mundo todo para a descoberta e discussão de novos nomes.

O Arquitetos Associados é um estúdio colaborativo de arquitetura e urbanismo baseado em Belo Horizonte. Cada um de seus projetos é realizado por uma equipe diversa, diluindo autorias em prol de dinâmicas transformadoras e coletivas. Eles foram os responsáveis pela criação de projetos como a Galeria Claudia Andujar em Inhotim, o Centro Educativo Burle Marx e a Galeria Miguel Rio Branco, além de receberem importantes prêmios como na 4ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo (1999), no Prêmio APCA como melhor obra construída no Brasil em 2015, entre outros. Já o designer Henrique Penha é formado em Comunicação pela UFMG, mestre em Comunicação pela Boston University e líder na disciplina de Design na Indústria de Tecnologia há vinte anos. Também atua como fotógrafo.

Serviço
17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza
A partir de 23/5

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.