E o Nobel vai para…

Pela alta carga poética de sua música e por ter se reinventado ao longo da carreira, o cantor Bob Dylan recebe o Prêmio Nobel de Literatura

Da redação

Publicado em: 13/10/2016

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Cantor norte-americano Bob Dylan recebe o Prêmio Nobel de literatura (Foto: Reprodução)

Após 23 anos de espera, um novo norte-americano é o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura. Trata-se de um dos mais famosos cantores folk do país, o compositor Bob Dylan. O anúncio oficial, proferido pela Academia Sueca, foi realizado nesta quinta-feira, 13/10, às 8h.

Como se não bastasse o reconhecimento como um dos reinventores do folk americano, Dylan é autor de publicações de poesia e prosa. Mas foi sua música o fator central de seleção. Em comunicado oficial, a instituição afirmou que ele foi eleito por “criar novas expressões poéticas dentro da grande tradição da música americana”.

Não foi a primeira vez em que o nome do cantor foi considerado para a premiação. Entretanto, por não se encaixar nos critérios tradicionais de seleção, ele foi muitas vezes recusado. No ano passado, a Academia também surpreendeu o público ao escolher como premiada a jornalista bielorussa Svetlana Alexievich. Com a nomeação de Bob Dylan, a instituição se diz ciente do impacto que a decisão pode causar.

Apesar da Academia Sueca não ter revelado os outros indicados, o jornal americano The New York Times apontou que o nome de Dylan competia com os candidatos Ngũgĩ wa Thiong’o (Quênia), Adonis (Síria), Haruki Murakami (Japão), Philip Roth (EUA) e Don DeLillo (EUA).

Tags: , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.