Elo com a natureza

Confira os destaques culturais durante as Olimpíadas Rio 2016

Luciana Pareja Norbiato

Publicado em: 05/08/2016

Categoria: Da Hora, Destaque, Notícias Quentes

Simulação do projeto Ring, criado por Mariko Mori para a cachoeira em Mangaratiba (RJ) (Foto: Cortesia Faou Foundation)

O grande símbolo das Olimpíadas é formado pelos cinco anéis de sua bandeira. Com cores diferentes – azul, amarelo, verde, vermelho e preto sobre fundo branco –, a figura representa América, Europa, África, Ásia e Oceania. Uma imagem e tanto, principalmente num momento em que as fronteiras internacionais são confrontadas pela fuga maciça de populações de zonas de conflito. Sensível às questões sociais e ambientais de seu tempo, a artista japonesa Mariko Mori tem um projeto ambicioso: instalar obras em lugares onde a natureza permanece intocada, para marcar a presença de todos os  continentes.

Chamado de Primal Rhythm, o projeto estreou no Japão em 2011. Na pequena ilha de Miyako, Mori instalou o Sun Pillar, um totem de acrílico que muda de cor com a luz do sol. Agora é a vez da América – mais especificamente Mangaratiba, no Rio de Janeiro – ganhar seu exemplar. No alto de uma cachoeira de 58 metros, conhecida como Véu de Noiva, um anel de acrílico será suspenso por duas hastes de aço instaladas na parte de trás da peça e pintadas de verde. Com isso, a sensação é de que a escultura flutua no ar. Assim como sua antecessora, Ring também muda de tonalidade dependendo da posição do sol, indo do azul-celeste até o dourado. Feito impactante para a ex-modelo que se tornou uma artista associada à tecnologia de ponta e reintegração do homem com a natureza.

Serviço
Ring: One With Nature – Mariko Mori
Cachoeira de Muriqui (Véu de Noiva), em Mangaratiba, RJ
A partir de 2/8
www.faoufoundation.org

Tags: , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.