Arte feminista à brasileira

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica recebe seminário sobre feminismo e questões de gênero na arte contemporânea

Publicado em: 22/02/2016

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Em sintonia com a temática da #select28, dedicada ao feminismo, o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica recebe nos próximos dias 26 e 27 de fevereiro o seminário “Como falar de arte feminista à brasileira”. O evento coloca em pauta questões de gênero na arte contemporânea e entre artistas, críticas e historiadoras, nomes como Cristina Salgado, Simone Michelin, Ana Mae Barbosa e Viviane Matesco integram a lista de participantes.

Ao longo dos dois dias serão realizadas mesas-redondas e apresentações de performances, além do lançamento do livro Elogio ao Toque, da artista plástica e pesquisadora Roberta Barros, na sexta (26), a partir das 17h. A publicação é fruto da pesquisa de doutorado de Roberta na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que foi vencedora do Prêmio Gilberto Velho de Teses em 2015. No livro, Roberta analisa obras de artistas como Anna Maria Maiolino, Lygia Pape e Márcia X, as norte-americanas Judy Chicago e Hannah Wilke e a austríaca Valie Export e lança um olhar para o contexto cultural brasileiro dos anos 1960 e 1970, período no qual o feminismo ganhou corpo no mundo, e as diferentes percepções da influência feminista nas artes plásticas.

Elogio ao Toque propõe a leitura de que a falta do tom aguerrido nos trabalhos de arte das brasileiras das décadas de 60 e 70 não é um sintoma de “atraso” nas conquistas do movimento de mulheres no Brasil. Barros investiga o quanto as particularidades do contexto nacional, a recusa ou até a impossibilidade de assumir uma postura política explícita contribuíram para desviar artistas de certas armadilhas essencialistas de um “feminismo fascista”.

Confira abaixo a programação completa

26 de fevereiro – 17h às 20h
Lançamento do livro Elogio ao toque: ou como falar de arte feminista à brasileira com projeção do vídeo Dar de Si (2011), de Roberta Barros, e apresentação (ao vivo) das performances Fade Out do Olhar, de Laís Castro, e Rainha dos Raios, de Luana Aguiar.

27 de fevereiro
Palestra “Corpo de mulher: identidade, arte, mídia, militância” – 10h às 13h
Palestrantes: Roberta Barros, Simone Michelin e Viviane Matesco

Apresentação das performances – 13h às 15h
6 minutos, de Camila Bacellar; Make Over, de Daniela Mattos; Práticas Rosas, de Sandra Rodrigues

Palestra “Você era homem, Mondrian, lembra-se?” – 15h às 18h
Palestrantes: Cristina Salgado e Ana Mae Barbosa

Serviço
Como falar de arte feminista à brasileira
Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
Rua Luís de Camões, 68, Centro, Rio de Janeiro
26 e 27 de fevereiro
Inscrições para as atividades, com um hora de antecedência, no local do evento

Tags: , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.