Felizes 463

seLecT escolhe programação que tem o centro de São Paulo e adjacências como palco para comemorar o aniversário da cidade

Ana Abril e Luciana Pareja Norbiato

Publicado em: 19/01/2017

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Teatro Municipal de São Paulo (Fotos: Reprodução)

No próximo dia 25/1 (quarta-feira), a cidade de São Paulo comemora 463 anos com uma série de atividades culturais em sua maioria gratuitas. seLecT escolheu aquelas que têm o centro e adjacências como palco, trazendo ao público um pouco mais da história da terra da garoa.

A exposição Sobrevivência dos Vagalumes, de Maria Montero, traz o próprio centro de São Paulo como tema principal e será inaugurada no feriado às 10h, na Sé Galeria. O destaque da mostra é uma videoinstalação da leitura do último capítulo do livro de Georges Didi-Huberman, que dá nome à exposição. A leitura foi realizada pela artista na Praça da Sé em plena luz do dia, e reuniu um público espontâneo. Segundo Montero, os vagalumes são os povos invisíveis que se concentram na Sé. A mostra de Maria Montero também traz outra videoinstalação, na qual a artista caminha por várias cidades de olho fechado, e um Breve Estudo Sobre o Machismo na Arte 2014-2016. Ainda poderão ser apreciadas umas impressões de imagens e a edição de fotografias Ganha Pão, que discute os modos do artista ganhar a vida. Na mesma galeria, no segundo andar, acontece a individual Tela Preparada, do artista Pedro Victor Brandão.

Imagem que integra a mostra de Maria Montero na Sé Galeria

Imagem que integra a mostra de Maria Montero na Sé Galeria

Os diversos equipamentos culturais geridos pela Secretaria Municipal de Cultura incluindo alguns no centro, como o Masp, o Theatro Municipal, a Biblioteca Mário de Andrade e até o Mercadão, também terão uma ampla programação gratuita. São peças, shows, concertos e circo, entre outras atividades. Roteiros guiados por pontos históricos da capital, com temas como Pátio do Colégio e a História da Cidade e Caminhos Urbanos: da Colina Histórica à Metrópole contam mais sobre o passado de SP sob a coordenação do professor da FAU-USP Renato Cymbalista. A programação completa está no site da secretaria.

Já a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo preparou uma surpresa para quem visitar os museus que são parte do patrimônio estadual: quem for a um deles, fizer check-in no Facebook e mostrá-lo na bilheteria (pode ser pelo smartphone) vai ganhar um Passaporte dos Museus. Entre eles estão a Pinacoteca, a Estação Pinacoteca e o Museu de Arte Sacra, que exibem seus acervos. A Pina ainda anuncia o novo prédio dedicado à arte contemporânea, com shows e food trucks.

Quem quiser saber mais sobre uma parte da história da cidade pode ir ao belo casarão nos Campos Elíseos construído entre 1890 e 1894 por Ramos de Azevedo para o irmão de Alberto Santos Dumont, o milionário Henrique Santos Dumont. Lá funciona o Museu da Energia, que estará aberto no dia 25/1 e tem entrada franca.

O Corpo e a Casa, exposição de Erwin Wurm, no CCBB SP

O Corpo e a Casa, exposição de Erwin Wurm, no CCBB SP

Os amantes da bossa nova poderão curtir o som de Lyra, ao vivo, na Caixa Cultural São Paulo, na Praça da Sé. Se preferir as artes visuais, há exposições de Anico Herskovits, Antonio Maia e Carybé. O Centro Cultural Banco do Brasil comemora o aniversário da cidade com um espectáculo que celebra o sagrado na obra de Clarice Lispector. O preço do ingresso de Estudo Para Missa Para Clarice é de R$ 20 reais (inteira); estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência pagam meia-entrada. Também há cinema no CCBB: o filme American Road, de Kurt Jacobsen e Warren Leming, será exibido às 19h30, precedido por uma seleção de médias e curtas sobre a Geração Beat. Elementos cotidianos são retirados do seu contexto na exposição do austríaco Erwin Wurm, que reconfigura objetos como casas, carros, roupas e alimentos para situações engraçadas e, ao mesmo tempo, críticas. Continuando com as artes visuais, o Centro Cultural Correios São Paulo apresenta mais de 120 obras de Djanira da Motta e Silva.

Foto de Thomas Kremer coordenador do projeto Maratona Fotográfica

Foto de Thomas Kremer coordenador do projeto Maratona Fotográfica

Uma atividade lúdica e gratuita é sair para clicar a cidade e participar da Maratona Fotográfica, que vai acontecer entre 8h e 18h. É preciso fazer a inscrição pelo site do evento até o dia 23/1 para participar. Cada participante de fazer quatro fotos de cada um dos três temas que serão divulgados no aniversário da cidade, produzindo um ensaio sobre a metrópole. Os seis melhores ficarão expostos no painel de vencedores do site do evento até janeiro do ano que vem. Mesmo quem não ganhar terá suas fotos publicadas no site.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.