Fotografia como Altero-Fagia

A Casa da Luz Vermelha e Queda Coletiva apresentam a exposição coletiva Fotografia como Altero-Fagia, no sábado, 02/7, em Brasília

Publicado em: 30/06/2016

Categoria: Agenda

Matheus K. Opa - Corpos em Espaço Mnésico (Foto: Matheus K. Opa/Divulgação)

A mostra proposta por jovens artistas reflete o surgimento da fotografia fora do seu sentido usual de representação da realidade, mas como instrumento de realização do outro. Partindo da posição frágil do fotógrafo que se mistura intimamente com o que fotografa, e que perde portanto a sua autoridade original, os trabalhos compõem um estudo da alteridade como lugar fotográfico por excelência.

Se a promessa da fotografia é tornar possível o outro, e se hoje é cada vez mais difícil e problemático o pensamento da alteridade, a exposição ensaia o conceito de fotografia como alterofagia (devoramento do outro) para contemplar o espaço contemporâneo. Isto é, os trabalhos expostos revelam não o duplo da realidade, mas o outro que se tornou possível ou não pela fotografia.

A mostra apresenta trabalhos dos artistas: Gisele Lima, Maísa Rabelo, Maria Laura, Matheus K. Opa e Shesna Lyra.

Serviço
Fotografia Como Altero-Fagia
Casa da Luz Vermelha
Clube ASBAC – SCES Trecho 2, Conjunto 31, Brasília
De 4/7 a 29/7
De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h
Tel.: (61) 3878 9100

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.