Fotografia no IMS de São Paulo e Rio de Janeiro

Confira a programação especial que o Instituto Moreira Salles oferece em parceria com o Paço Imperial

Publicado em: 22/06/2016

Categoria: Agenda

Fotografia em exposição no Paço Imperial, no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

Com programação voltada à fotografia, o Instituto Moreira Salles abre suas portas em São Paulo para a exposição de Luciano Carneiro, enquanto inaugura no Rio de Janeiro, em parceria com o Paço Imperial, a exposição O Paço, a Praça e o Morro.

São Paulo

Termina no dia 17/7 a exposição Do Arquivo de um Correspondente Estrangeiro – Fotografias de Luciano Carneiro, com 150 imagens do final da década de 1940 e da década de 1950, período em que o fotojornalista cearense atuou na revista O Cruzeiro. A mostra pretende difundir a visão de um talento ainda pouco conhecido na história da fotografia brasileira e permite um denso recorte do início do moderno fotojornalismo no país.

Luciano Carneiro foi um dos jornalistas mais atuantes de seu tempo. Em uma curta carreira, interrompida por sua morte aos 33 anos em um acidente aéreo, logo se destacou entre os principais nomes de O Cruzeiro. Trabalhou na revista entre 1948 e 1959, inicialmente como repórter e, no ano seguinte, escrevendo e fotografando. Nesse período, a publicação fez uma consistente inflexão em direção a um fotojornalismo mais humanista e engajado. Essa mudança foi concretizada por fotógrafos como José Medeiros, Flávio Damm, Luiz Carlos Barreto, Henri Ballot, Eugênio Silva e o próprio Carneiro, que passaram a integrar a equipe da revista, trazendo para as fotorreportagens maior ênfase na objetividade e no caráter documental e jornalístico.

Além das fotografias originais, serão exibidos materiais de época, como revistas e recortes de matérias. Outro destaque é um vídeo com entrevistas de Luiz Carlos Barreto, Walter Firmo, Evandro Teixeira, Flávio Damm além de dois depoimentos inéditos de Ziraldo e de Luciano Carneiro Filho em que comentam a influência exercida pela geração de fotojornalistas dessa época e analisam, em especial, o trabalho de Carneiro.

Rio de Janeiro

A partir da próxima sexta-feira, 24/6, o IMS expõe fotografias do seu acervo no Paço Imperial, no Rio de Janeiro. A exposição O Paço, a Praça e o Morro é composta por 200 imagens de grandes mestres da fotografia brasileira, como Marc Ferrez, Augusto Malta e Guilherme Santos, além de fotógrafos anônimos e amadores que registraram o centro da cidade entre os anos de 1860 e 1930, período em que o Rio foi capital do Império e da República. Esta mostra é um desdobramento da exposição Rio primeiras poses, realizada pelo IMS ao longo de 2015 em seu centro cultural na Gávea, agora com um olhar dirigido especificamente ao território onde a cidade nasceu e a partir do qual se desenvolveu.

Centro da vida econômica, social e política do Rio de Janeiro nos seus primeiros séculos de ocupação, o Paço Imperial, a praça XV e o morro do Castelo moldaram o crescimento da cidade a partir de sua configuração geográfica e urbana original até a virada para o século XX. Nesse momento, o centro do Rio sofreu grandes transformações e intervenções urbanas, associadas às reformas realizadas pelo prefeito Pereira Passos. Os dois grandes marcos dessa transformação foram a abertura da Avenida Central e o início do “bota-abaixo”, processo de expansão, valoração, modernização e gentrificação urbana que levaria ao total desmonte do morro do Castelo no final da década de 1920. A exposição apresenta imagens que mostram a cidade no período anterior a essas mudanças e outras que documentam e acompanham as reformas urbanas do início do século XX.

As profundas e constantes transformações em sua região central nos últimos 120 anos são fundamentais para se compreender o Rio de Janeiro dos dias de hoje. As fotografias de época reunidas em O Paço, a Praça e o Morro permitem que se compreenda o processo de crescimento e expansão urbana da cidade. No ano em que recebe um dos mais importantes eventos mundiais, a Olimpíada de 2016, revisitar estes marcos fundadores do Rio de Janeiro por meio do olhar de grandes nomes da fotografia brasileira é também um convite à imersão na paisagem e na vida de uma região que novamente passa por um processo de revitalização e transformação.

Serviço

São Paulo
Instituto Moreira Salles
Rua Piauí, 844, Higienópolis, São Paulo
Até 17/7
De terça a sexta-feira, das 13h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 13h às 18h
Tel.: (11) 3825-2560

Rio de Janeiro
Paço Imperial
Praça XV de Novembro, Centro, Rio de Janeiro
De 24/6 a 4/8
De terça-feira a domingo, das 12h às 19h
Tel.: (21) 2215-2093

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.