Gabriel Pérez-Barreiro será o curador da 33ª Bienal

O espanhol é confirmado para a próxima edição, que acontecerá em setembro de 2018

Da redação

Publicado em: 26/01/2017

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Gabriel Pérez-Barreiro será o curador da 33ª Bienal de São Paulo (Foto: TABLERO/ Reprodução)

Após semanas de especulações, o espanhol Gabriel Pérez-Barreiro é confirmado curador da próxima Bienal de São Paulo, que acontecerá em setembro de 2018. Mestre em História da Arte e Estudos Latino-Americanos, Pérez-Barreiro também é diretor e curador-chefe da Coleção Patricia Phelps de Cisneros, com sedes em Nova York e Caracas.

O próximo curador da Bienal teve contato com artistas brasileiros, pois foi conselheiro da Fundação Iberê Camargo e curador de exposições de Lygia Pape, Geraldo de Barros, Rivane Neuenschwander, Waltercio Caldas e Willys de Castro, entre outros. Além disso, o espanhol, nascido em La Coruña (Galicia), foi curador-chefe da 6ª Bienal do Mercosul, que aconteceu em Porto Alegre (2007).

“Ele está profundamente conectado com os principais debates em curso na cena contemporânea, uma condição primordial para a realização da Bienal”, afirma o presidente da Fundação Bienal, João Carlos de Figueiredo Ferraz, em comunicado que confirma o nome de Pérez-Barreiro como próximo curador. Por sua parte, o espanhol afirma:“é uma honra orquestrar uma mostra com o porte e a repercussão da Bienal de São Paulo. Sua importância no panorama da arte latino-americana é ímpar; sua relevância histórica, inquestionável”.

Tags: , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.