Glass Machine

Nina Gazire

Publicado em: 17/12/2012

Categoria: Da Hora, tecnologias

Depois de ter sua obra musical remixada por Beck, Philip Glass vira aplicativo

Glass

Philip Glass, o pai do clássico minimalista acaba de virar um aplicativo. O músico, conhecido por suas composições de frases mínimas e repetitivas e que já assinou dezenas de trilhas sonoras para o cinema, óperas high-tech e músicas para instalações de artísticas, teve recentemente sua obra remixada pelo roqueiro californiano Beck Hansen, resultando em álbum em homenagem a Glass.

1671452-inline-glass-ipad-glass-machine

Agora, o Snibbe Studio, comandado pelo designer e programador Scott Snibbe _ o mesmo homem por detrás de todo o projeto do álbum Biophilia, de Bjork_ transformou o trabalho de Beck em cima da obra de Philip Glass em aplicativo. O álbum, denominado Rework, ganhou uma versão em app onde é possível transformar as faixas musicais em animações interativas. O aplicativo também possui um mixer chamado Glass Machine que permite que você faça suas próprias mixagens semelhantes as composições de Glass.

O aplicativo, por enquanto, possui versão para IOS (iPhone e iPad) e pode ser encontrado na iTunes Store. Mas, infelizmente, não é gratuito e sai pelo módico preço de dez dólares, cerca de vinte cinco reais.

Faça o download aqui

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.