Hector Babenco morre após parada cardíaca

O argentino radicado no Brasil morreu aos 70 anos e terá corpo velado na Cinemateca, em São Paulo

Da redação

Publicado em: 14/07/2016

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Hector Babenco, diretor de filmes como Carandiru e Meu Amigo Hindu (Foto: Reprodução)

O diretor de cinema argentino, radicado no Brasil, Hector Babenco, morreu após sofrer uma parada cardíaca no dia 13/7 (quarta-feira). O corpo do cineasta, aclamado por filmes como Pixote: A Lei do mais Fraco (1982) e Carandiru (2013), será velado em 16/6 (sexta-feira), na Cinemateca, em São Paulo.

Seu último filme Meu Amigo Hindu conta a relação de um cineasta, interpretado por Willem Dafoe, com seu tumor. O longa tem tintas autobiográficas, pois Babenco também teve um câncer no sistema linfático. Ele morreu em São Paulo aos 70 anos de idade.

 

Tags: , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.