Presença do retrato

Exposição na Galeria Arte 57 traça alguns dos percursos da fotografia na contemporaneidade

Felipe Stoffa
Fotografia de Tony Camargo que integra a exposição (Foto: Tony Camargo/ Divulgação)

Que a fotografia se concretizou como registro da sociedade não é novidade para ninguém. Muito menos suas inúmeras possibilidades como linguagem cada vez mais presente nas artes visuais. Com esse mote, a Galeria Arte 57, em parceria com a Almeida & Dale, reuniu cerca de 22 nomes da cena brasileira e internacional em mostra que discute alguns dos percursos da imagem na contemporaneidade. A exposição conta com curadoria de Denise Mattar e é organizada a partir de eixos temáticos.

Hélio oiticica veste um de seus Parangolés (Foto: Divulgação)

Hélio oiticica veste um de seus Parangolés (Foto: Divulgação)

Questionando as diferentes visões do corpo humano, Nan Goldin apresenta suas séries icônicas de fotografias que funcionam como registro da vida cotidiana e privada da artista e seu entorno. Além da americana, encontram-se trabalhos de Marco Lopez, Adriana Duque, Vik Muniz, Miguel Rio Branco e Rodrigo Frota.

Dois eixos se dialogam a partir do interesse pela paisagem e pela arquitetura e o espaço urbano. Nesses núcleos, o público encontra fotografias de Claudio Edinger, em que metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro aparecem como pequenas maquetes ao olhar do espectador. Também figuram obras de artistas e fotógrafos como Bob Wolfenson, Julio Bittencourt, Ding Musa, Caio Reisewitz, Albano Afonso, entre outros.

Por último, Parangolés de Hélio Oiticica, impressões em máquina copiadora realizadas por Hudinilson Jr. e conhecidas obras de Marina Abramovic ganham eixo reservado ao registro da performance. Com ar mais histórico, encontra-se a fotografia como forma utilizadas por artistas para preservarem suas ações, muitas delas efêmeras, também dando espaço para o inverso, no caso de performers que realizam trabalhos que se concretizaram na imagem estática.

Fotografia de Massimo Vitalli que integra a exposição (Foto: Massimo Vitalli/ Divulgação)

Fotografia de Massimo Vitalli que integra a exposição (Foto: Massimo Vitalli/ Divulgação)

Serviço
Realidades Imaginadas
Galeria Arte 57
Rua Tatuí, 122, São Paulo
De 6 a 20/12 e de 15 a 31/1/2017

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.