Imaginar é preciso

da Redação

Publicado em: 08/08/2014

Categoria: Da Hora, Debates

seLecT promove ciclo de encontros na sp-arte/foto

Joao-castilho_body

Legenda: Arara (da série Zoo), 2014, de João Castilho, que terá individual no estande da galeria mineira Celma Albuquerque (foto: Cortesia Zipper Galeria)

A seLecT promove Imaginar é Preciso, um ciclo de encontros que acontece durante a oitava edição da sp-arte/foto. O ciclo  discute em quatro encontros as tendências estéticas da produção imagética contemporânea. Além da combinação multidisciplinar de convidados, a inovação fica por conta também do formato.

Com base em obras de artistas do evento, que serão projetadas durante o encontro, grupos de críticos, curadores e fotógrafos abordarão quatro temas, um em cada encontro. Os participantes serão convidados a preparar falas de 20 minutos a partir de screenings com imagens escolhidas pela seLecT a partir do banco de dados da SP-Arte/Foto e das galerias participantes.

PROGRAMA

22/8

15h às 16h30

Invenção e ficção

As máquinas de produção de imagem (câmeras, drones, computadores, escâneres etc.) saem de fábrica para produzir representações fieis do real. Nas mãos dos artistas, tornam-se dispositivos de criação de espaços e corpos.

Nesse encontro, o curador Eder Chiodetto e os fotógrafos Cris Bierrenbach e João Castilho conversam sobre essas ambivalências.

17 às 18h30

O Retorno da Aura

Walter Benjamin (1892 –1940), mostrou que a fotografia revolucionaria a história da arte porque desvinculava a aura do “aqui e agora” que a obra de arte possuía até então, existindo como objeto único. A confecção de objetos fotográficos de tiragem única subverte a tese de que estamos na era da obra de arte de reprodutibilidade técnica?

As curadoras Priscila Arantes e Thais Rivitti e o artista Albano Afonso discutem o tema.

23/8

15h às 16h30

A Paisagem em Grande Formato

No campo das imagens fotográficas, a paisagem em grande formato é uma conquista relativamente recente. Corresponde a uma série de inovações técnicas, mas também a uma demanda pela captura de escalas que escapam dos limites de enquadramento do olhar humano.

O filósofo Nelson Brissac, o crítico Ronaldo Entler e a fotógrafa Claudia Jaguaribe são os convidados para falar sobre esse assunto.

17h às 18h30

Pós pós-modernismos

Existe uma nova estética moderna em pauta. Ela se insinua em visões críticas que se apropriam da arquitetura modernista por novos ângulos e também as revisita como ruína e como linguagem construtiva.

Convidamos os curadores Luisa Duarte e Ricardo Sardenberg e a crítica e Professora da UFMG Maria Angélica Melendi para conversar sobre essa questão.

* Evento gratuito e sem inscrições

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.