Instalação de Fernanda Gomes é adquirida pelo MoMA

Artista carioca está entre os pouco mais de 50 brasileiros que têm obras no acervo permanente do templo da arte moderna, em Nova York

Da Redação

Publicado em: 21/03/2022

Categoria: Da Hora, Destaque, Mercado de Arte

Vista de Untitled (Light Specific Ensemble) (2017), de Fernanda Gomes (Foto: Pat Kilgore/Divulgação)

A Galeria Luisa Strina anunciou a recente aquisição da obra Untitled (Light Specific Ensemble) (2017), da artista carioca, pelo Museum of Modern Art de Nova York (MoMA). A instalação de Gomes vai integrar a seleta coleção que conta com obras de poucos mais de 50 nomes da arte brasileira, como Flavio de Carvalho, Hércules Barsotti, Antonio Dias, Lygia Clark, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Regina Silveira, Ernesto Neto, Beatriz Milhazes, Jac Leirner, Vik Muniz e Anna Maria Maiolino.

Gomes investiga a espacialização da cor a partir de associações entre luz, forma e arquitetura. Exibido, pela primeira vez, em sua individual na galeria em 2017, o trabalho é um conjunto de sete obras independentes, dispostas em um espaço construído para produzir uma luz difusa. As obras existem plenamente em relação com a luz, o espaço e a interação entre elas, preservando um aspecto fundamental da prática da artista: a própria exposição como obra de arte.

A artista já participou de diversas mostras no exterior, como na Áustria, México, Estados Unidos, Itália e França, além de realizar individuais em importantes instituições nacionais, como na Pinacoteca do Estado de São Paulo, e participar de coletivas, como o 35º Panorama da Arte Brasileira, no Museu de Arte Moderna (MAM) e OSSO – Exposição-Apelo ao Amplo Direito de Defesa de Rafael Braga, no Instituto Tomie Ohtake, em 2017.

Tags: , ,

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.