Janela sem vista

A Galeria Lume recebe uma transmutação espacial com as janelas entreabertas da artista Amalia Giacomini

Ana Abril
Entreaberto (2017), de Amalia Giacomini (Fotos: Divulgação)

Janelas que não existiam se abrem na Galeria Lume, revelando novos espaços e deixando o local com uma nova configuração. Essa transmutação espacial deve-se à mostra Entreaberto, da artista Amalia Giacomini, paulistana radicada no Rio, que agora passa a ser representada pela própria galeria.

Os trabalhos de Giacomini não são intocáveis, ao contrário, o sujeito pode e deve fazer uso dos Entreabertos, janelas que só deixam entrever o fundo branco da parede. As janelas em questão, não são o objeto propriamente dito, pois não há buraco na parede, e funcionam como uma referência de Giacomini ao sistema de representação que é comum aos observadores. Os cinco Entreabertos estão posicionados lado a lado para, assim, formar uma instalação.

32443574996_3949a3fdc4_o

Memória Superficial #10 (2015), em exposição na Galeria Lume

 

A exposição, que tem curadoria de Paulo Kassab, também traz trabalhos mais antigos, como alguns painéis de acrílico da série Memória Superficial (2015). Como se se tratasse de uma maquete de uma edificação, os painéis de uma única cor, trazem formas geométricas. “São imagens simples, que se assemelham a portas e janelas e cujos vãos são atravessados pela luz. Está ali o mínimo para o entendimento de uma situação arquitetônica, a partir da representação de espaços enxutos”, diz Giacomini.

32443577026_77c08ec716_o

Estudo #4, da série Memória da Casa (2015), de Amalia Giacomini

 

Também se apresentam algumas obras da série Memória da Casa (2015), realizada com espuma vinílica e tela antichamas. Ao todo, os 14 trabalhos de Giacomini apresentados em Entreaberto integram o mundo exterior ao espaço expositivo.

Serviço
Entreabertos, de Amalia Giacomini
Galeria Lume
Rua Gumercindo Saraiva, 54 – Jardim Europa, São Paulo
De 2/2 até 11/3
galerialume.com

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.