Jochen Volz assume direção da Pinacoteca

O atual curador da 32ª Bienal de São Paulo assume a posição do então diretor-geral, Tadeu Chiarelli, a partir de maio de 2017

Da redação
Jochen Volz (Foto: Divulgação)

A Pinacoteca do Estado de São Paulo anunciou seu novo diretor. O escolhido foi o alemão Jochen Volz, atual curador da 32ª Bienal de São Paulo, que encerra no próximo domingo (11/12). Ele assume a posição do então diretor-geral, Tadeu Chiarelli, a partir de maio de 2017, que retornará às suas atividades acadêmicas.

Jochen também será o curador que representará o Brasil na próxima Bienal de Veneza, marcada para 2017. “Volz foi uma excelente escolha e sua chegada significa mais um passo no sentido da internacionalização da Pinacoteca. Ele certamente vai seguir e aprofundar o trabalho que tem sido realizado com muita competência por Tadeu Chiarelli”, afirma o Secretário de Estado da Cultura de São Paulo, José Roberto Sadek.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.