Leilão na casa James Lisboa

Obras de Portinari e Sertanejos, de Rego Monteiro, foram os destaques da noite

Ana Abril

Publicado em: 23/06/2016

Categoria: Da Hora, Mercado de Arte

Sertanejos, de Vicente do Rego Monteiro (Foto: Reprodução)

Peças que vão de 1949 até 2015 foram leiloadas na James Lisboa no dia 20/6 (segunda-feira). O total arrematado foi de R$ 2,5 milhões, o que representa mais de R$ 250 mil além do avaliado pela própria casa de leilões.

Brasileiros, como Cândido Portinari, Sérgio Camargo, Alberto da Veiga Guignard, Mira Schendel e Sandra Cinto, e internacionais, como Joan Miró ou Andy Warhol, demonstram a qualidade e o valor das obras, assim como a abrangência de estilos do lote.

Paisagem de Petrópolis, de Cândido Portinari (Foto: Reprodução)

Paisagem de Petrópolis, de Cândido Portinari (Foto: Reprodução)

Sem dúvida o sucesso da noite foram as obras de Portinari. Uma delas, Nossa Senhora com Menino Jesus (1946), triplicou o valor avaliado no remate e foi vendida por R$ 17,5 mil. A mais cara do pintor de Brodowski foi Paisagem de Petrópolis (1952), leiloada por R$ 305 mil.

Mas foi Vicente do Rego Monteiro quem marcou o recorde da noite com a tela Sertanejos (1960), adquirida por R$ 450 mil, o mesmo valor pelo qual foi avaliada. O trabalho de pop arte Myths: The Star (1981), de Andy Warhol, também destacou ao ser leiloado por R$ 90 mil, o que supõe R$ 30 mil a mais do que foi avaliado. Entre as peças realizadas nos últimos dez anos, a mais valorizada foi o relevo em madeira Not Yet (2007), de João Carlos Galvão, leiloada por R$ 20 mil.

Tags: , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.