MAM promove curso de história da arte

O curso tem foco no Renascimento italiano, ministrado pelo professor Felipe Martinez

Publicado em: 14/07/2016

Categoria: Agenda, Cursos

Fachada do MAM SP (Foto: Reprodução)

Com objetivo de analisar a arte no ocidente, o Museu de Arte Moderna de São Paulo realiza curso de história da arte que mostra como o renascentismo italiano dialoga com movimentos como o maneirismo, o barroco, o neoclassicismo e até a arte moderna e contemporânea. Nas aulas serão discutidos os principais aspectos da produção artística da época renascentista, divididos entre pintura, escultura e arquitetura. Ao todo, serão três encontros realizados aos sábados e ministrados pelo professor Felipe Martinez.

A primeira parte, gratuita e aberta ao público, é dedicada a pintura, com análise das principais manifestações pictóricas do período com destaque para a pintura de Giotto, Rafael e Leonardo da Vinci. Essa aula acontece no dia 16 de julho, a partir das 10h30, no auditório do MAM. Para participar, precisa pegar senha com 30 minutos de antecedência.

As demais aulas são sobre escultura e arquitetura e, dessa vez, exclusiva para os associados do MAM. No dia 23, o foco é a escultura nas obras de Donatello, Michelangelo e de alguns escultores do final do Renascimento, próximos do estilo conhecido como maneirismo como Giambologna e Cellini.  A última aula, no dia 30, mostra como os tratados de arquitetura do período renascentista recuperaram a arquitetura greco-romana e a organizaram em um sistema de colunas e estruturas, que foi utilizado pelos séculos seguintes e abandonado no modernismo do século XX. Neste caso, estão em destaque obras de Brunelleschi, Bramante, Sansovino e Michelangelo.

Serviço
Curso de história da arte com foco no Renascimento italiano
MAM-SP
Parque do Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, Ibirapuera, São Paulo
Dias 16, 23 e 30/7 (sábados)
A partir das 10h30
Informações e inscrição: educativo@mam.org.br

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.