Mecenas nordestino

Colecionador Airton Queiroz recebe Prêmio JK e é escolhido como O Homem do Ano nas Artes, Cultura e Educação

Ana Abril

Publicado em: 12/09/2016

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

O colecionador Airton Queiroz (Foto: Máximo Moura)

Passados quatro meses da inauguração da Coleção Airton Queiroz, exposição que mostra ao público uma das coleções privadas mais importantes do Brasil, o mecenas nordestino é homenageado com o Prêmio JK. O prêmio, que comemora os 114 anos do nascimento do presidente Juscelino Kubitschek, é realizado pela Academia Brasileira de Honrarias ao Mérito (ABRAHM) e a entrega acontece em 12/9, às 18h, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Neste ano, Airton Queiroz também recebeu o título de O Homem do Ano nas Artes, Cultura e Educação, nomeação realizada durante reunião do Conselho de Membros Acadêmicos da ABRAHM, em 4 de junho. Além disso, o colecionador é condecorado com A Cruz do Mérito do Empreendedor Juscelino Kubitschek, no grau de comendador, e Moção Honrosa da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Presidente da Fundação Edson Queiroz, que leva o nome de seu falecido pai, Airton Queiroz e sua família são conhecidos em Fortaleza pelas suas múltiplas empresas, que vão desde o ramo da água mineral até a distribuição de gás, passando pela exportação de castanha de caju. Mas a família Queiroz é famosa, sobretudo, por seus investimentos em arte e cultura.

A Universidade de Fortaleza, Unifor, criada por Edson Queiroz, organiza exposições de artistas como Cândido Portinari, Hélio Oiticica e Beatriz Milhazes. A faculdade ainda possui uma biblioteca com mais de 9 mil exemplares disponíveis não só para os estudantes, mas também para outras escolas públicas e privadas. O comendador Regino Barros, presidente da ABRAHM, destacou as ações empreendedoras de Airton: “o chanceler Airton Queiroz tem incansável espírito empreendedor, tendo nos contemplado ao longo de décadas com precioso legado que comprova sua brilhante trajetória de vida, dedicada à cultura do bem servir”. O Prêmio JK, que consiste em uma escultura do artista plástico Hildebrando Lima, já foi entregue a personagens como José Wilker, Bibi Ferreira, Elza Soares e Fernando Henrique Cardoso, entre outros.

Tags: , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.