Melhores do Ano seLecT

A equipe da seLecT e seus colaboradores selecionaram os pontos altos das artes visuais em 2015

Publicado em: 18/12/2015

Categoria: Da Hora

Vista do projeto Cota 10, realizado por Pedro Varella, Julio Parente e João Paulo Quintella, que integrou a mostra Permanências e Destruições (Foto: Pedro Varella)

Querido leitor,

2015 se vai e, parafraseando o artista Ivan Grilo na obra Aviso aos Navegantes, não restam dúvidas de que atravessamos um “trecho sujeito a neblina, tempestade de areia, maré alta e realidade”.

Nos mares indóceis deste ano, seLecT manteve o prumo, buscando contribuir para a informação e a formação do público de arte contemporânea no País, oferecendo canais de reflexão. Seis foram os oceanos navegados pela equipe pluralista de seLecT, mapeando territórios da arte e do pensamento: a curadoria, as relações entre arte e arquitetura, os usos da palavra nas artes visuais, a natureza e a sobrenatureza, a performance e as coleções.

Também tivemos a satisfação de realizar mais duas edições da coleção seLecT Edições de Artista, presenteando nossos leitores com obras de Leda Catunda e Sonia Gomes, especialmente criadas.

Nem tudo foi tormenta! 2015 foi um ano de excepcional produção artística no Brasil, o que dificultou a tarefa do corpo de colaboradores da revista em selecionar os Melhores do Ano seLecT, que temos a satisfação de trazer aqui.

Boas festas e feliz ano-novo,

Paula Alzugaray
Editora

Melhor Exposição Coletiva Nacional

Tarsila e Mulheres Modernas no Rio

fotonews1- tarsila

Da série Fotopoemação, Por Um Fio (1976), de Anna Maria Maiolino, em que a artista (centro) faz fotoperformance com sua mãe e filha (Foto: Regina Vater/MAR)

Com curadoria de Paulo Herkenhoff, Hecilda Fadel e Marcelo Campos, a exposição investigou o comportamento transgressor de mulheres no Rio de Janeiro. Os trabalhos apresentados revelaram a importante atuação da mulher em campos do conhecimento, desde o final do século 19 até os dias atuais.

Onde: Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
Quando: de 12/5 a 20/9
Confira a crítica no site

Melhor Individual de Artista Brasileiro

Ágrafo, de Laura Lima

fotonews2 - laura

Gato durante a montagem da exposição Ágrafo, de Laura Lima (Fotos: Ronald Naganuma)

Laura Lima expôs obras que contaram com a “colaboração” de gatos. Soltos pelo espaço expositivo durante os cinco dias de montagem da mostra, os animais – matéria-prima frequente na produção da artista – deixaram rastros e interagiram com tecidos, cordas, nós e liames produzidos para atar e obstruir as obras.

Onde: Galeria Luisa Strina, São Paulo
Quando: de 5/8 a 19/9
Confira a crítica no site

Melhor Individual de Artista  Estrangeiro

Temporama, de Dominique Gonzalez-Foerster

Projeção sem título na entrada da exposição do MAM-RJ, em que a própria artista interpreta Fitzcarraldo, personagem de Klaus Kinski, no filme homônimo de Werner Herzog. (Foto: Paula Alzugaray)

Projeção sem título na entrada da exposição do MAM-RJ, em que a própria artista interpreta Fitzcarraldo, personagem de Klaus Kinski, no filme homônimo de Werner Herzog. (Foto: Paula Alzugaray)

Com curadoria de Pablo León de La Barra, a exposição da artista francesa trouxe cerca de 15 obras realizadas no início de sua carreira, entre 1985 e 1991, formando uma espécie de “viagem no tempo”. Temporama também serviu como preâmbulo para retrospectiva de Dominique no Centre Pompidou, em setembro.

Onde: Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
Quando: de 20/6 a 9/8
Confira a crítica no site

Melhor Intervenção

Permanências e Destruições

fotonews4 - permanencias

Piscina do edifício Raposo Lopes, em Santa Teresa, no Rio, onde será instalada obra sonora do artista Pontogor (Foto: Bernard Lessa)

Com curadoria de João Paulo Quintela, projeto convidou dez artistas – Julio Parente, Pedro Varella, Priscilla Fiszman, Kammal João, Amalia Giacomini, Floriano Romano, Miúda, Raquel Versieux, Daniel de Paula, Luísa Nóbrega e Pontogor – para ocupar cinco pontos do Rio de Janeiro em estado de ruína ou destruição recente.

Onde: Diversos pontos do Rio de Janeiro
Quando: entre 9/1 e 1/2
Confira no site

Melhor Livro do Ano

Geraldo de Barros e a Fotografia, organizado por Heloisa Espada

fotonews5 - geraldo

Dividido em três fases, o livro resgata a trajetória de um artista pioneiro na defesa da fotografia como campo de expressão subjetivo. A publicação percorre o momento em que Barros compreende as possibilidades artísticas da foto, retrata a expansão formal proposta pelo artista em diálogos com a pintura e revê a série Sobras, produzida durante seus dois últimos anos de vida.

Editora: Instituto Moreira Salles + Sesc

300 págs.

Leonilson: truth, fiction, organizado por Adriano Pedrosa

fotonews6 - leonilson

Nome importante da Geração 80, o artista cearense é tema da publicação que reúne as obras que integram a exposição Leonilson: truth, fiction, realizada entre agosto e novembro de 2014 na Pinacoteca do Estado de São Paulo. O livro apresenta cerca de 200 imagens além de uma conversa entre o artista (morto em 1993) e o curador Adriano Pedrosa.

Pinacoteca de São Paulo + Editora Cobogó

288 págs.

Tags: ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.