Memórias da máquina

Marcos Amaro abre individual no Centro Cultural Correios

Luana Fortes

Publicado em: 03/03/2017

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes

Sobrevoo, de Marcos Amaro (Fotos: Divulgação)

Qual a influência que um pai aviador pode ter sobre seu filho? Além da esperada vontade de pilotar, quando esse filho decide tornar-se artista, não basta apenas uma brevê – documento que atesta a capacidade de um indivíduo para para comandar aviões. Foi esse o caso de Marcos Amaro, que abre sua individual dia 4/3, no Centro Cultural Correios, sob curadoria de Ricardo Resende.

Em Sobrevoo, o artista apresenta 20 obras de média e larga escala, muitas vezes construídas com fragmentos de aviões. Ademais, Amaro também se apropria de outros materiais que seriam descartados, não fosse sua intervenção.  O artista lhes dá novo significado ao juntá-los, enquanto se aproveita das reminiscências que cada objeto pode trazer.

Sobrevoo, de Marcos Amaro

Sobrevoo, de Marcos Amaro

Para o curador, seus trabalhos são resultado de “partes combinadas que constroem formas inusitadas, as quais, de tanta memória que carregam, ainda exalam cheiros, mesmo que eles já não existam mais”. Dessa maneira, descontextualiza a própria ruína da destruição, inerente a uma máquina que cai em desuso.

Serviço
Sobrevoo
Centro Cultural Correios
Avenida São João, s/nº – Vale do Anhangabaú – São Paulo
De 4/3 até 18/6
correios.com.br/cultura

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.