Morre o artista Roland Cabot

O artista carioca radicado na França faleceu na terça-feira, 7/1, em Paris aos 91 anos

Da redação

Publicado em: 13/01/2020

Categoria: Da Hora, Destaque, Notícias Quentes

Detalhe de Autorretrato (1979) de Roland Cabot (Foto: Família Cabot)

Na última terça-feira, 7/1, em Paris, França, faleceu o artista carioca Roland Cabot aos 91 anos por causas naturais. A obra de Cabot envolve gravuras, esculturas e relevos abstratos e geométricos e está em acervos de museus como o MoMA, MASP, Metropolitan, entre outros.  Filho de uma francesa e um uruguaio, o artista mudou-se para Paris em 1947 após a morte de seu pai. Lá estudou na Escola de Belas Artes e Arquitetura. Após temporada em Nova York, estabeleceu residência na Cidade Luz. Foi membro do grupo Rex, junto a artistas como Carlos Fajardo, Nelson Leirner, José Resende e Wesley Duke Lee, de quem era amigo próximo.

“Meu pai teve um período de intensa atividade em São Paulo. Nos anos 1960 e 1970, era uma referência para quem passava por Paris ou no meio dos exilados. Era muito próximo de Arthur Luiz Piza e Sérgio Camargo. Cultivou uma amizade de uma vida com Iberê Camargo. Enfim, foi uma figura relevante da história da nossa arte”, diz Roberto Cabot, filho do artista.

Os obséquios ocorrerão em 17/1, às 13h30 no salão Grande Coupole do crematório do cemitério Père Lachaise em Paris.

Tags: , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.