Mostra de filmes de artista

Brisa Art organiza mostra de filmes de artista no Cine Joia Copa com curadoria da Galeria Vermelho

Da redação

Publicado em: 07/12/2017

Categoria: Da Hora, Destaque, Notícias Quentes

Still de Psicose (65'), de Gisela Motta e Leandro Lima | Exibição em 8/12 (Foto: Cortesia Gisela Motta e Leandro Lima)

Você não vai querer perder a primeira edição do novo projeto da Brisa Art, empresa de consultoria e iniciativas de arte contemporânea. Buscando ocupar espaços, convencionais ou não, com trabalhos artísticos, o projeto começa com uma mostra de filmes de artistas curada pela Galeria Vermelho no Rio de Janeiro. O ART IN Cine Joia acontece das 20h às 0h em 7/12 (quinta-feira), com o tema Brasil: 1500 – 2013, e em 8/12 (sexta-feira), debruçando-se sobre os limiares entre documentário e ficção. Confira nas imagens quais filmes compõem a programação. Os ingressos custam R$10 e podem ser adquiridos pelo site ingresso.com

  • Still de Fructose (22'52"), de Iván Argote | Exibição em 8/12 (Foto: Cortesia Iván Argote)
  • Still de Reddishblue Memories (11'24"), de Iván Argote | Exibição em 8/12 (Foto: Iván Argote)
  • Still de O Caseiro (7'), de Jonathas de Andrade | Exibição em 7/12 (Foto: Jonathas de Andrade)
  • Still de Xapiri (55'), de Gisela Motta, Leandro Lima, com Laymert Garcia dos Santos, Stella Senra e Bruce Alberta | Exibição em 7/12 (Foto: Cortesia Gisela Motta e Leandro Lima)
  • Still de Vera Cruz (44'), de Rosângela Rennó | Exibição em 7/12 (Foto: Cortesia Rosângelo Rennó)
  • Still de Proxy Reverso (87'), de Guilherme Peters e Roberto Winter | Exibição em 7/12 (Foto: Cortesia Guilherme Peters e Roberto Winter)
  • Still de O Caso Dora (70'), de Dora Longo Bahia | Exibição em 8/12 (Foto: Cortesia Dora Longo Bahia)

Tags: , , , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.