Não estacione

Individual de Thiago Szmrecsányi na Sé Galeria, em São Paulo, especula a natureza transitória dos objetos

Publicado em: 19/11/2015

Categoria: Crítica, Da Hora

Tags: , , ,

Thiago Szcmerecsanyi - Mesh and Clash (Foto: Divulgação)

Rolos de tecidos, telhas de PVC, etiquetas de papel, chassis de pintura, ferragens de montagem, extensões elétricas, chapéus de luminárias, autopeças, fotocópias. Em geral, objetos de descarte da cultura de consumo. Há também os coadjuvantes, como os clips metálicos e as fitas adesivas. Deslocados de sua função original e extraídos de sua vida útil, cada um desses objetos ganha sobrevida ficcional, na poética de Thiago Szmrecsányi. Articulados, tornam-se membros e extensões de um corpo escultórico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

I Handle, Thiago Szcmerecsanyi (Foto: Divulgação)

“A simplicidade e o despojamento dos elementos dos quais se apropria remetem a movimentos importantes da arte contemporânea, como arte povera e o neoconcretismo”, aponta Maria Hirszman, em texto para a exposição Território Transitório, na Sé Galeria, SP. Além disso, Duchamp sem dúvida está na origem do gesto de deslocar e ressignificar os objetos do mundo.

Mas em seus impulsos de deslocamento, Szmrecsányi não se permite estacionar. Territórios transitórios são os locais de onde as peças vem: ruas, construções, ateliês de artistas, lixos. Mas são também para onde elas vão.

Essa natureza mutante das coisas será explorada no projeto educativo desenvolvido por Roberta Fortunato com os visitantes.

Serviço
Até 19 de dezembro
Sé Galeria
Rua Roberto Simonsen, 108, Sé, São Paulo

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.