Óculos vivos

Equipe da seLecT experimenta o Google Glass na SP-Arte

Da redação

Publicado em: 09/04/2014

Categoria: Da Hora, Mercado de Arte

 

No filme They Live (1988), de John Carpenter, o protagonista encontra na rua um comum óculos escuros, porém, ao usá-los, consegue enxergar mensagens subliminares transmitidas em vários suportes de mídia. Por exemplo, um outdoor de produtos de informática, ao ser visto com os óculos, se converte na palavra OBEDEÇA. O filme é sobre alienígenas, mas o conceito da chamada realidade aumentada já estava presente.

Glass

A artista Raquel Kogan faz as honras no lounge do Oi/Iguatemi (Foto: Giselle Beiguelman)

Google Glass ainda é uma tecnologia em formação, mas promete ser a concretização da realidade aumentada, ou a integração de informações virtuais com visualizações do mundo real. A Google proporcionou aos visitantes da SP-Arte, no lounge do Oi/Iguatemi, um test-drive do produto. A equipe da seLecT, claro, testou. Na foto, a artista Raquel Kogan, com o Google glass, diante de uma obra de Olafur Eliason.

Tags: ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.