Outubro chileno

Elodie Fulton, diretora da feria Ch.ACO, conta o porquê de o mês de outubro ser chave para o mundo das artes chileno

Ana Abril
Antiga edição da feria Ch.ACO (Foto: Michelle Bossy)

Em sua nona edição, a Feria Ch.ACO tratará de colecionismo e internacionalização. Entre as 41 galerias participantes, há duas brasileiras: Galeria Marilia Razuk e Vermelho. O evento comercial, que já chegou a reunir 50 mil visitantes ao longo dos cinco dias de duração, é só uma das iniciativas realizadas pela Chile Arte Contemporáneo (Ch.ACO), instituição focada no desenvolvimento e internalização das artes visuais no Chile e na América Latina. A diretora geral, Elodie Fulton, conta o porquê de o mês de outubro ser chave para o mundo das artes chileno.

Retrato de Elodie Fulton (Foto: Leclic)

Como a Ch.ACO tem influído no panorama artístico chileno?
Desde o início, propusemos uma reflexão constante sobre o colecionismo e o situamos como a melhor forma de gerar patrimônio contemporâneo para as futuras gerações. Além disso, analisamos a situação da arte local e de cada um dos atores, incentivando o mecenato das empresas privadas. Outro foco é mostrar projetos mais jovens e contemporâneos do circuito da América Latina para o público já estabelecido.

De que forma a feira amplia o público da arte?
Existe a Fundação FAVA (Fundação Artes Visuais Associados), criada pela Ch.ACO, em 2013. Durante a feira, e graças a um patrocínio da Fundação, são adquiridos trabalhos para a Coleção FAVA, com curadoria de Pablo León de la Barra. Além disso, existe o Fava Va!, um museu itinerante que percorre escolas chilenas e incentiva as interpretações artísticas dos alunos. O Mês das Artes 2017, com programação expandida por diferentes pontos de Santiago, acontece em outubro e tem Arte e Cidade como tema. Com ele pretendemos impactar mais de 500 mil pessoas. Também estamos realizando um projeto de arte pública e urbanismo na comunidade de Vitacura. O objetivo é gerar uma coleção contemporânea a céu aberto.

Serviço
Feria Ch.ACO
de 11 a 15/10
CV Galería
Alonso de Córdova, 4.355 – Santiago, Chile
chaco.cl/

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.